Plínio Bortolotti

Hipermercado Extra é condenado a pagar indenização a cliente acusada de furto

450 9

A Companhia Brasileira de Distribuição, detentora do Hipermercado Extra, terá de indenizar em R$ 10 mil por danos morais M.A.L.B., acusada de furto por um dos funcionários da empresa. A decisão, mantém a sentença do juízo de 1º Grau e foi proferida durante sessão da 1ª Câmara Cível na segunda-feira [8/3].

No dia 9 de dezembro de 2000, após fazer compras no Hipermercado Extra, no bairro Montese, em fortaleza, M.A.L.B. foi abordada por um dos funcionários por suspeita de furto. Na ocasião, a polícia foi chamada e a cliente teve que esvaziar sua bolsa e expor seus pertencentes, demonstrando, então, a inexistência do furto.

Com o objetivo de reformar a sentença, a empresa interpôs apelação  e alegou não existir comprovação dos danos morais sofridos pela cliente. Sustentou, também, que M.A.L.B. foi a responsável pelo fato, pois jogou seus pertences no chão com o objetivo de obter alguma indenização.

Ao proferir seu voto, o relator do processo, desembargador Raul Araújo Filho, disse que “é compreensível que M.A.L.B., constrangida, tenha tido como primeira reação a atitude de abrir a bolsa imediatamente e mostrar que nada havia furtado”.

O desembargador observou que se “trata de reação natural, na medida em que, ao ser acusada de um fato criminoso, a pessoa ficar nervosa e exaltada”.

[Informações Boletim de Notícias do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará]

Recomendado para você

9 Comentários

  • Lucas disse:

    Um dia desses foi o Pão de Açúcar,bom saber q situações como esta não ficaram impunes.

  • lucia quintino disse:

    Um absurdo, só no Brasil existe um valor desses e a dignidade do ser humano!
    No Brasil não somos respeitados pq as indenizações são essa vergonha!

  • lucia quintino disse:

    Um absurdo, só no Brasil existe um valor desses e a dignidade do ser humano!
    No Brasil não somos respeitados pq as indenizações são essa vergonha!

  • Mauricio disse:

    Otima! Decisao da Justica! Pena que demorou tanto tempo pra ser tomada, esse valor, se for contar os juros por mora da justica, aumentaria para uns 50 mil, pois se passaram 10 anos, apos o acontecido! Tardou, mas num falhou! BRASIL!

  • Enson disse:

    Que vergonha para o Extra. Além de acusar injustamente a cliente, ainda desesperado tenta colocá-la como criadora da situação. Francamete, o Extra está apelando!

  • Uma coisa dessas não acontece comigo… Gostaria muito que acontecesse para eu mostrar como é que se faz para colocar esses estúpidos gerentes e seguranças que assim agem, na cadeia, além da indenização, claro…

  • isis rosa disse:

    Efetuei um pagamento no Extra Parangaba no valor de R$85,00(oitenta e cinco reais), e o caixa fez o registro de R$ 0,85(oitenta e cinco centavos; fiz a reclamação e o gerente nada resolveu, o atendimento ao cliente é péssimo,fui barrada de compras por conta da irresponsabilidade da caixa. Nota zero ao Extra.

  • Adriano Paiva disse:

    É Pouco essa indenizaçao,para um hipermercado que lucra quase 1 milhão por dia em cada em loja!Alem de pagar mal seus funcionários,repassa pouco e ganha muito.Ha outro caso que estar agora na justiça de um próprio funcionário acusado de repassar mercadorias sem pagar,mais foi mais um erro,e esse foi de 54 mil,mais a empresa estar recorrendo do caso!

  • Paulo Rogério disse:

    Todo mundo fala mal de politico e de polícia,mas sem vergonha na cara mesma é essa justiça a qual pouco retorna dá á sociedade e manda uma empresa indenizar uma pessoa que passa tamanho constrangimento em apenas R$10 mil reais , e o pior depois de tantos anos.Ah Brasil!!!

\

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *