Plínio Bortolotti

Rua é usada como propriedade particular

487 2

Empreendimento privado faz buraco na rua Antônio Augusto; observem também que quase não existe calçada para os pedestres transitarem

De um leitor, recebi o e-mail abaixo e foto acima.

«Olá, Plínio,

Com freqüência, leio no seu blog denúncias sobre absurdas “privatizações” das calçadas de Fortaleza. Mas me deparei com uma situação que ainda não tinha visto: alguém resolveu tomar para si uma rua da nossa cidade. E mais, insatisfeito com os buracos que o poder público se empenha em cultivar por aí, o cidadão se achou no direito de abrir seu próprio buraco, que atravessa de cabo a rabo a “sua” rua.

Nas fotos que te envio, é possível ver os muros verdes de um enorme estacionamento particular que está sendo instalado na Rua Antônio Augusto, no Meireles, quase esquina com a Monsenhor Tabosa, pertinho do Sebrae. O estacionamento ocupa dois terrenos vizinhos, um de frente para o outro, dos dois lados da rua. O problema é que, como se vê, a rua teima em passar bem no meio dele! Sendo assim, como controlar simultaneamente as cancelas de ambos os lados? Como interligar o sistema de cobrança?

Simples, basta cavar um buraco de um lado a outro da rua e passar a fiação por ele.

A “obra” foi feita há uns 15 dias e, desde então, todos os que passam pela Antônio Augusto precisam, inevitavelmente, transpô-la.

Te envio este relato na esperança de que, se você divulgar nos seus espaços, ele seja tapado com rapidez. De preferência, às expensas de quem o abriu e não do dinheiro do nosso imposto.»

Comentário

Já não bastassem Cagece, Coelce e outros concessionários de serviços públicos que esburacam a cidade sem o mínimo de planejamento; agora, os particulares resolveram também fazer “obras” nas ruas. É a Fortaleza, terra de ninguém.

Recomendado para você

2 Comentários

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *