Plínio Bortolotti

Carta Acústica e o avião das oito

179 3

Viajando, tive pouco tempo de atualizar o blog por esses dias. Salvou-me a Rolanet, do artista plástico Hélio Rôla que encontro ao voltar neste domingo, por volta das 22 horas. Segue o texto (abaixo) e a ilustração (ao lado), obras do artista-pensador da Lagoa Redonda.

Amigo Plínio, la nave vola
enviei isso para a Semam a fim de animar a cena socioecológica

Sr. Aurélio Brito. Bom dia.

Esse é o avião que cassa durante o dia e todas as noites
o silêncio das madrugadas da cidade de Fortaleza
voando baixo e zoando grosso
não somente e nem tanto no entorno do aeroporto,
(que mistério será esse?… a carta acústica saberá?)
mas também em inúmeros bairros da cidade fustigando
no corpo e na alma
uma expressiva parte da população,
aquela que habita sob as rotas aéreas
a partir da aerolândia, Jardim das Oliveiras,
Luciano Cavalcante, Parque Manibura, Água Fria,
Edson Queiroz, Sapiranga, Sabiaguaba,
Alagadiço Novo, lagoa Redonda, Parque São Miguel…etc., etc,…
até sair sair da cidade rumo ao sul…

PS Até que enfim, a vizinhança aqui na Lagoa Redonda
descobriu, inventou, configurou um novo avião
o ” avião das oito”…
aquele que passa arrasando na hora da novela e dos noticiários
e despeja no mundo, além de uma química nociva,
um barulho ensurdecedor que degrada
a qualidade do viver humano por onde passa
…Qual será mesmo nosso futuro?

Para animar a questão reiterei hoje, 01/08/10, a denúncia à Ouvidoria da Infraero nos seguintes termos

Aproveitando a deixa da configuração de uma carta acústica pela Semam… Nada mais do que a reiteração de denúncia de abuso socioambiental de origem aeronáutica, feita ao MPF, Procuradoria da República do Estado do Ceará,( PA 1.156.000.oo1764/2008-08) por conta de aeronaves que há tempos se utilizam do aeroporto Pinto Martins, um aeroporto no coração da cidade, e trafegam intensamente sobre a cidade voando baixo e zoando grosso cada vez mais durante as madrugadas…Não é ilegal isso? Deixo claro que o problema de ruído aeronáutico excessivo não se restringe ao entorno do aeroporto, é bem mais grave distante dele…

Saudações
da pARTE do Hélio Rôla

Recomendado para você

3 Comentários

  • Renan Sousa disse:

    Se eu não me engano, o que é proibido não é o tráfego de aviões naquela área, mas sim a construção de casas por ali. Que sempre foi proibida desde a construção do aeroporto.

  • Sérgio Luiz disse:

    O aeroporto está lá há 70 anos! Infelizmente ainda não inventaram um avião elétrico, que não faça muito barulho. Reclamar de barulho de avião é uma idiotice sem tamanho. Onde eles deveriam pousar ou decolar, então? Ou será que devemos fechar o Pinto Martins?

    Quer saber? Os incomodados que se retirem. Moro embaixo deles e não me incomodam nem um pouco.

  • Leila Aparecida Souza disse:

    Parabenizo o Hélio Rôla pela iniciativa de reclamar com toda razão do barulho dos aviões e tentar uma solução! Moro perto da Reserva Ecológica de Sapiranga. Comprei uma casinha aqui porque achava que era um lugar tranquilo! Até que descobri que estava na rota dos aviões! No momento em que estão passando, é um inferno! O aeroporto de Fortaleza está super mal localizado e inflinge aos cidadãos um sofrimento enorme. Alguma solução tem que ser possível! Impressiona quem acha que está bom como está! Provavelmente gente já surda, ou insensível de maneira pior…

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *