Plínio Bortolotti

Seria o papa comunista?

489 2

Reprodução do artigo publicado na edição de 16/7/2015 do O POVO.

Hélio Rôla-1Seria o papa comunista?
Plínio Bortolotti

A direita hidrófoba alvoroçou-se com os discursos de apelo social pronunciados pelo papa Francisco durante a sua visita ao Equador, Bolívia e Paraguai, países “periféricos” e de população majoritariamente indígena. Um dos motivos da revolta credite-se à ignorância (e à truculência) dos que veem “onguismo” e “comunismo” nas menores medidas em favor dos mais frágeis e dos pobres.

A ignorância vem do fato de a direita selvagem identificar qualquer apelo igualitário aos partidos de esquerda. De fato, as palavras do papa reivindicando o direito à “terra, trabalho e teto” se parecem com a consigna do Partido Bolchevique (Rússia, 1917) por “Paz, pão e terra”. O apelo papal, invocando o dever da sociedade em amparar os desvalidos, lembra Karl Marx, na Crítica ao programa de Gotha (1875), quando ele anotou que sociedade comunista seria a única que poderia inscrever em sua bandeira: “De cada um segundo a sua capacidade; a cada um segundo a sua necessidade”.

Ocorre que dois mil anos antes os primeiros cristãos antecipavam tais prédicas, praticando-as, conforme se pode ver na Bíblia, nos Atos dos Apóstolos: “A multidão dos fiéis era um só coração e uma só alma. Ninguém dizia que eram suas as coisas que possuía, mas tudo entre eles era comum”. (At 4, 32). “Nem havia entre eles nenhum necessitado, porque todos os que possuíam terras ou casas vendiam-nas e traziam o preço do que tinham vendido e depositavam-no aos pés dos apóstolos. Repartia-se então a cada um deles conforme a sua necessidade”. (At 4, 34, 35) – (Veja também: At 2, 44, 45).

Portanto, as palavras do papa – longe de constituírem aceno ao “comunismo” – são um apelo vigoroso aos fiéis para que prestem atenção ao evangelho e à origem generosa do cristianismo.

PS. Há muito “cristão” por aí que talvez alise bancos de igreja, mas nunca prestou atenção à vida de seu mestre, e a única coisa que consegue balbuciar é o “olho por olho” do Antigo Testamento.

Recomendado para você