Política

Três suplentes serão empossados na Câmara Municipal de Fortaleza

570 4
na ordem: Carlos Mesquita, Dr. Eron e Eliana Gomes serão empossados na Câmara (Foto: Divulgação / CMFOR)

na ordem: Carlos Mesquita, Dr. Eron e Eliana Gomes serão empossados na Câmara (Foto: Divulgação / CMFOR)

Como três vereadores eleitos de Fortaleza vão compor o secretariado do prefeito Roberto Cláudio (PDT), três cadeiras da Câmara Municipal de Fortaleza serão ocupadas por suplentes. Elpídio Nogueira (PDT), que será o novo secretário de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos e Combate à Fome, e Antônio Henrique (PDT), que vai para a Secretaria da Regional III, darão lugar a Dr. Eron (PP) e Carlos Mesquita (PROS), da coligação PDT-PP-PTB e PROS.

Já a ida do líder do prefeito na Casa neste último mandato, o vereador Evaldo Lima (PCdoB), para a Secretaria de Cultura abre vaga para a primeira suplente da coligação PSD-DEM-PCdoB-PMB, Eliana Gomes (PCdoB). Dos três suplentes, Mesquita é o único que foi vereador por vários mandatos, sendo o pleito de 2016 o primeiro que ele perdeu desde de 1992.

Dr. Eron atuou como vereador por dois anos no mandato de 2009-2012, quando era primeiro suplente do PV. Já Eliana foi vereadora da Casa por sete meses entre 2007 e 2008, quando assumiu como primeira suplente do partido. Já para o quadriênio de 2009-2012, foi eleita. Os três devem ser empossados logo após os vereadores assumirem seus cargos, nas primeiras semanas de janeiro.

4 Comentários

  • Placido Amaral disse:

    Perdeu a eleição? Fracassou na política e nos conchavos e não foi eleito?Foi politicamente reprovado pelo povo por não ter produzido o mínimo pelo bem social da coletividade, mas sabe puxar o saco? Em qualquer dessas situações a “elite política” está muito bem empregada e ganhando muito bem produzindo politicagem no governo Roberto Claudio.

  • Antônio disse:

    Existo bicho mais subserviente, mais puxa saco,mais inservível a população do que um suplente de vereador? Por gentileza, se alguém souber informe.

  • José disse:

    Um verdadeiro absurdo não se elegeram e ganharam a boquinha na marra. Outro absurdo é uma pessoa se eleger e não ficar para ser vereador, traindo os eleitores.

    • LUCAS DE SOUSA DUARTE disse:

      Concordo plenamente. Desvirtua completamente o processo eleitoral, além de descartar os votos daqueles que depositaram sua confiança no candidato.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *