Política

Vereadora quer regulamentar grafite com autorização prévia em Fortaleza

635 14
Projeto de Larissa Gaspar veta ainda grafite com conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico (Foto: Mariana Parente/Especial para O POVO)

Projeto regulamenta o grafite (Foto: Mariana Parente/O POVO)

Projeto que reconhece o grafite como “manifestação artística” e regulamenta sua produção em espaços públicos e privados teve entrada na Câmara Municipal de Fortaleza. O projeto, da vereadora Larissa Gaspar (PPL) estabelece ainda o dia 27 de março como o dia municipal do grafite, a ser comemorado durante toda a última semana do mês.

A proposta, no entanto, prevê necessidade de autorização da Prefeitura de Fortaleza ou do proprietário do espaço grafitado em todas as situações. São previstos grafites em espaços como postes, túneis, muros, paredes cegas, bancas de jornal e tapumes de obras da Capital.

Projeto surge em meio a uma polêmica envolvendo o grafite e a gestão do prefeito João Doria (PSDB), em São Paulo. Na última semana, a Prefeitura apagou diversos murais de muros da capital paulista, incluindo famoso espaço da avenida 23 de maio.

Pelo projeto de Larissa Gaspar, ficam vedados grafites de “conteúdo publicitário, racista, machista, pornográfico, preconceituoso, ilegal ou ofensivo a grupos étnicos e religiosos”. A informação é do Blog do Eliomar.

Recomendado para você

14 Comentários

  • Fernando disse:

    Vai procurar o que fazer!
    Enquanto são Paulo está limpando ,aqui cria leis pra sujar

  • Francisco Jose disse:

    A Câmara e o Prefeito precisam se interessar pela Cidade com Urgência, criando normas e Agindo contra a Imundície em que se transformou Fortaleza, com Pichações e Cartazes de feiticeiros em muros e postes de Toda a Cidade.
    Escrever, desenhar, pintar, colar, etc. Naquilo que não lhe pertence e sem autorização é Crime Ambiental.
    Pichação é Crime.
    Fora Pichadores !!!

  • Daniel disse:

    Deveriam criminalizar os pichadores, que vandalizam os imóveis alheios.

  • Cibele Fernandes disse:

    A proposta reconhece o caráter artístico da manifestação e prevê necessidade de autorização da Prefeitura de Fortaleza ou do proprietário do espaço grafitado em todas as situações, ou seja, protege o proprietário e os espaços públicos de eventual uso sem permissão . Grafite é arte !!
    Vale a pena ouvir um pouco de Marisa Monte e conhecer a história do Profeta Gentileza. “Apagaram tudo / Pintaram tudo de cinza / Só ficou no muro / Tristeza e tinta fresca.”
    “Nós que passamos apressados / Pelas ruas da cidade / Merecemos ler as letras / E as palavras de Gentileza”.
    Mais convivência, menos violência . Mais arte cidadã, menos muros cinzas.

  • Ademir disse:

    Vejam só, o nível dos projetos que os nossos bem remunerados vereadores oferecem a população dessa cidade…

  • Antonio JACINTO disse:

    Era só mesmo o que faltava, vai trabalhar senhora. Por que você não olha para as placas nas calçadas impedindo o povo de circular. Por que voce não olha para o centro de Fortaleza, a sujeira e invasão de camelôs nas calçadas e na ruas.

  • Silvio Goulart disse:

    Em São Paulo se apagou antigos grafitis que estavam degradados, desbotados, com pichações em cima, descascados. A prefeitura vai organizar o Museu da Arte de Rua, que nada mais é que escolher espaços por toda a cidade e convidar artistas para pintarem. Será rotativo – a pintura ficará por x meses – e cada espaço terá iluminação apropriada. Estão fazendo em São Paulo o que já se faz em grandes cidades do mundo organizado e desenvolvido. Igual a NY, Paris, Miami, Londres.

  • Elisangela disse:

    É triste ver nossos políticos sem inteligência e competência em eleger as prioridades que de fato nossa cidade precisa. Fortaleza deve estar tão tão perfeita para perder tempo com esse tipo de ideia ridícula.

  • Elisangela disse:

    É triste ver nossos políticos sem inteligência e competência em eleger as prioridades que de fato nossa cidade precisa. Fortaleza deve estar tão tão perfeita para perder tempo com esse tipo de ideia ridícula.

  • João Luiz Pereira Tavares disse:

    Pichação & filme de Kleber Mendonça Filho:

    Bom…, quanto ao filminho “Aquarius” não ser escolhido, eu sei de o seguinte: a “arte” realista é chata, não causa estranhamento nenhum, nunca é de vanguarda, jamais brilhante ou sui generis.

    E se for petista, se torna totalmente datada, nunca um clássico. É semelhante a “pichação”.
    Além de ser «pezaço no s@co» de se assistir, se for, nesse caso, um filme. Coitado do Brasil. E coitado bem maior de PT e seus satélites tal qual esse Kleber Mendonça Filho com seu filminho chatérrimo “Aquarius”. O Brasil ainda está lá longe de um Ingmar Bergman, da Suécia, por exemplo. Um eterno clássico! Arte autônoma, de verdade.

    JL

  • alex disse:

    devia colocar uma multa altíssima .
    VEREADORA SEM NOÇÃO!!!

  • Herlon disse:

    Então essa vereadora tem que oferecer primeiramente o muro do condomínio dela e de seus parentes, vamos ver se vai ficar bonitinho. Senhora vereadora procure ajudar os artistas de outra forma minha querida!

  • Gutemberg Moreira disse:

    VEJAM NO SENADO, CÂMARA FEDERAL, ASSEMBLEIAS E CÂMARA MUNICIPAIS ESTÃO CHEIOS POLÍTICOS VAZIOS. O PIOR DE TUDO É QUE NÓS CONTRIBUINTES TEMOS QUE PAGAR ASSESSORES PARA ESSA CAMBADA. SE ESSA VEREADORA ESTÁ PROCURANDO O QUE FAZER, VÁ ATÉ OS POSTOS DE SAÚDE E VERÁ AS PRECARIEDADES E OS DESCASOS NESSES LOCAIS.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *