Política

Em crise financeira, Paracuru sobe salários de secretários em 46%

283 3
Os alunos estão sem aula por falta de merenda e transporte. (Foto: Evilázio Bezerra/O POVO)

Os alunos estão sem aula por falta de merenda e transporte. (Foto: Evilázio Bezerra/O POVO)

Apesar da crise financeira que assola o município de Paracuru, localizado a 89 km de Fortaleza, a Câmara Municipal votou, na noite desta quinta-feira, 9, um aumento salarial dos secretários municipais em 46%. Antes com vencimentos de R$ 4.800, os comissionados do primeiro escalão do prefeito Ribeiro (PSDB) subiram para R$ 7 mil.

Mesmo com atraso no pagamento do salário de servidores, o atraso também do início das aulas por falta de merenda e transporte para os alunos — conforme O POVO mostrou na edição desta sexta-feira —, a secretária de governo, Érica Brasil, afirmou que não houve contestação por parte da população do município sobre o aumento salarial dos secretários. Ao blog, a representante do governo se recusou a alongar as explicações sobre  o projeto do Executivo aprovado pela Casa legislativa.

Dos 13 de vereadores, a medida recebeu o apoio de 10 parlamentares. O município também está na lista do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) para ser visitado por ter decretado estado de emergência financeira. A condição libera a administração a usar recurso público para pagamento de serviços sem a necessidade de abrir licitação. O blog também procurou a Câmara Municipal, mas não houve sucesso nas tentativas de contato.