Política

Comissão visita policiais presos pela chacina no Curió

414 6

Uma data será agendada para a visita da comissão. Foto: Divulgação

A Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal de Fortaleza vai visitar o 5° Batalhão de Polícia, local onde estão presos os 11 policiais suspeitos de envolvimento na chacina do Curió.

A comissão, que é presidida pela vereadora Larissa Gaspar (PPL), acolheu, nesta segunda-feira, 10, requerimento do vereador Soldado Noélio (PR) e visitará as dependências das carceragens para avaliar as condições do local e verificar se há alguma violação dos direitos dos militares presos.

“Na verdade nós consideramos que os policias que estão lá são inocentes. Pedimos o apoio da comissão porque são seres humanos e têm um processo que não comprova a culpa de nenhum deles. Das 40 testemunhas, nenhuma acusa os policiais de participação no fato”, afirmou ao Blog o vereador Soldado Noélio.

Segundo ele, o intuito do pedido é que “a comissão avalie o processo para que seja demonstrado para a sociedade que há irregularidades na investigação”. “Uma pessoa que está presa de forma injusta é uma violação do direito humano”, finalizou.

Um ofício será enviado ainda nesta segunda-feira, 10, ao Comando Geral da Polícia Militar para que seja definida a data da visita.

Recomendado para você