Política

Célio Studart cobra repúdio à aprovação de nova Lei da Vaquejada

549 3
Vereador destaca que STF já havia decidido pela inconstitucionalidade da vaquejada (Foto: Divulgação)

Vereador destaca que STF já havia decidido pela inconstitucionalidade da vaquejada (Foto: Divulgação/CMFor)

O vereador Célio Studart (SD) cobrou que a Câmara Municipal de Fortaleza repudie a aprovação, feita pela Assembleia Legislativa do Ceará, de uma nova lei caracterizando a vaquejada como patrimônio cultural do Ceará.

“A vaquejada traz maus tratos aos animais e os instrumentaliza para fins apenas de entretenimento, diversão, sem considerar que os mesmos são seres que merecem ser tratados com dignidade e respeito”, justifica o vereador, em moção de repúdio apresentada na Casa.

Em sua proposta, Studart destaca que o Supremo Tribunal Federal (STF) já se manifestou pela inconstitucionalidade da medida.

Apesar do protesto, está marcada para esta terça-feira, 6, promulgação de Proposta de Emenda à Constiutição (PEC) que garante a vaquejada como modalidade cultural e esportiva típica do Nordeste. A sessão é organizada pelo presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB).

Recomendado para você

3 Comentários

  • Jardel disse:

    Essa é a manifestação cultural mais imbecil de que já ouvi falar! Barbárie, desumana e cruel!
    Francamente, que tipo de gente é capaz de apoiar algo tão hediondo!?

  • Lucas Pereira Silva disse:

    Seu doutor a vaquejada é tradição nordestina, apresenta como fonte geradora do turismo e gera 200 mil empregos no ano e não como entretenimento e diversão como o senhor falou. Será que o senhor já foi em alguma vaquejada? Será que tem algum parente do senhor que depende da vaquejada? Vamos se preocupar com algo mais importante como Educação e Saúde. EUAPOIOAVAQUEJADA.

  • Hélder disse:

    Então isso quer dizer que qualquer prática escusa que maltrate ou mesmo ocasione a morte de animais pode ser considerado um bem cultural.Legal!Por que não legalizam a briga de galo e de cachorros também?

    Me expliquem o que é um bem cultural para um povo que vai numa festa para beber, namorar e fazer outras coisas a mais.Onde está a graça numa competição onde um ser humano puxa o rabo de um boi na qual o bicho vai ao chão e que em alguns casos, o animal se machuca, quebra alguns ossos e é deixado a míngua para morrer.

    A minha imaginação permite pensar que isso pode ser uma forma de dar ao crime organizado a oportunidade de lavar de dinheiro e outras mutretas do tipo.Ora,estamos no Brasil, país das putarias e da corrupção e onde o povo mal sabe o que é cultura e Arte.Afinal que cultura pé essa que se deleita com o sangue derramado de animais.Que cultura é essa que teve essa urgência de ser aprovada em tão pouco tempo,onde nesse país de merda a educação é a última instância a ser tratada como um bem social.Onde a segurança é uma questão de luxo e de oportunidades para políticos palhaços que ao meio dia ficam arrotando um senso de justiça que nem mesmo eles acreditam.

    Bem cultural começa quando valorizamos a nossa história,nosso patrimônio, alias,alguém já olhou como está o centro de Fortaleza?Está morrendo aos poucos.Que cultura é essa?Quem são aqueles que patrocinam essa carnificina?Querem falar de cultura!Invistam em educação,saúde e segurança!

    Se essa prática de mortandade fosse um bem cultural até hoje não entendo o porquê Roma não tem mais seus gladiadores?Tem UFC para quem gosta de luta e sangue (lembrando que é um esporte de contanto).Não sei mais o que falar,apenas torcer para que um desses peões se lasquem e seus apoiadores paguem caro por esse crime contra a vida!

\

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *