Política

Jean Wyllys diz que Ciro é seu candidato em caso de 2° turno contra Doria

532 5

O deputado disse, no entanto, que Ciro não representa o “novo” na política. Foto: Aurélio Alves/Especial para O POVO

O deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ), que está de passagem por Fortaleza, declarou nesta sexta-feira, 11, ao O POVO que o pré-candidato à presidência da República, Ciro Gomes (PDT), é o seu candidato em caso de segundo turno contra o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), em 2018.

“Não dá para comparar o Ciro com Doria, está a ano-luz dessas pessoas, ele é preparado, sério, tem muito mais conhecimento inclusive como gestor. Ciro está a ano-luz do fascista (Bolsonaro)”, disse.

O deputado federal, no entanto, disse que “ele está longe de ser uma alternativa, ele faz parte de uma oligarquia no Ceará, ele não faz parte do novo”. A declaração ocorreu entrevista transmitida pela página do O POVO Online no facebook.

Crítico da política de alianças do PT com setores mais conservadores, o deputado criticou a Lava Jato que acabou condenado o ex-presidente a quase dez anos de prisão por corrupção passiva. Segundo ele, a operação é “movida por gente que tem lado na política” e que não é “republicana”.

2018

O deputado disse, porém, que votaria em Lula em um provável segundo turno, no caso de cenário sem um nome do PSOL ou em disputa direta com o tucano João Doria. “Defendo a possibilidade do Lula ser candidato sim. E num cenário entre Lula e Doria, é óbvio que eu voto no Lula”, adiantou.

Wyllys disse ainda que entre o cearense Ciro e o tucano, o ex-governador seria o seu candidato. “Num cenário entre Doria e Ciro, é obvio que eu opto pelo Ciro, mil vezes”. Ele não crê que o pré-candidato Jair Bolsonaro (PSC-RJ) chegue ao segundo turno da disputa. “O fascista não passa para o segundo turno porque vai ficar claro que ele é fraco e ignorante. O moralista de guela será desconstruído no primeiro turno”, declarou.

Agenda no Ceará

Nesta sexta-feira, 11, às 18h30, o deputado participa de uma conversa na sede do PSOL. Intitulado de “Tempo Bom, Tempo Ruim”, o evento vai abordar os últimos acontecimentos no cenário político nacional, como a aprovação da reforma trabalhista, a proposta que altera as regras da previdência social, além da denúncia da Procuradoria-Geral da República contra o presidente Michel Temer (PMDB) por corrupção passiva.

No sábado, 12, o deputado, que também é jornalista, dá palestra no centro Cultural Belchior, dentro do Congresso Extraordinário Estadual dos jornalistas no painel “jornalismo como pilar da democracia”.

Entrevista: 

Deputado Jean Wyllys, do PSOL, é entrevistado pelo repórter Carlos Mazza do núcleo de Política do O POVO. Acompanhe ao vivo. #opovo

Publicado por O POVO Online em Sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Recomendado para você

5 Comentários

\

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *