Política

Janot denuncia cúpula do PMDB ao Supremo

O ex-senador cearense é um dos denunciados pela PGR

O Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, denunciou, nesta sexta-feira, 8, ao Supremo Tribunal Federal (STF) a cúpula do PMDB no Senado sob a acusação de organização criminosa.

Entre os nomes estão os senadores Romero Jucá (RR), Renan Calheiros (AL), Valdir Raupp (RO), Edison Lobão (MA), Jader Barbalho (PA), o ex-senador Sergio Machado e o ex-presidente José Sarney.

De acordo com a PGR, o grupo tinha o controle das diretorias Internacional e de Abastecimento da Petrobras, além da Transpetro, presidida pelo cearense, para angariar propinas de fornecedores da estatal.

Além da condenação por envolvimento nestes crimes, que pode acarretar em até 8 anos de prisão, Janot quer a perda dos cargos de quem tem mandato em Brasília, e pede que todos paguem cerca de R$ 200 milhões — parte como devolução de desvios e a outra metade como indenização por danos morais.

A defesa dos citados ainda não se pronunciou.

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *