Política

Capitão Wagner e Cabo Sabino podem disputar os mesmos votos na eleição de 2018

1011 3

Wagner e Sabino são os representantes da categoria policial na Assembleia Legislativa e Câmara dos Deputados. Foto: Divulgação

Os deputados Capitão Wagner (estadual) e Cabo Sabino (federal), ambos do PR, podem disputar os mesmos votos na eleição do próximo ano. Eleitos na mesma chapa, fazendo dobradinha em 2014, os ex-militares podem se enfrentar por uma vaga na Câmara dos Deputados.

Sabino já confirmou a pré-candidatura à reeleição. Wagner, que fala em sair como candidato ao Palácio da Abolição, tem como plano B vaga de deputado federal, em Brasília.

Recentemente anunciando que está de malas prontas para desembarcar do PR, Sabino negou, na época, distanciamento do seu padrinho político. O deputado estadual manteve o discurso de que os dois continuariam aliados para as próximas eleições.

“É preciso avançar no trabalho que temos desenvolvido em Brasília. Nosso mandato tem sido pautado no diálogo com os eleitores e com a minha categoria, na qual foi responsável por me eleger. Temos avançado em temas fundamentais à sociedade, a Segurança Pública é uma delas. O trabalho não pode parar”, diz Cabo Sabino sobre a postulação à reeleição.

Diante do enfraquecimento da oposição no Ceará, o esforço de Wagner de unir um grupo forte e tentar frustrar a reeleição do governador Camilo Santana (PT) fica a cada dia mais difícil. Com pretensões locais, tentar vaga federal pode ser um risco.

A possibilidade levantada de dois nomes que representam a mesma categoria se postularem às vagas federais pode representar um distanciamento político ou ousadia eleitoral. Da parte de Wagner, o discurso é que os dois não disputarão os mesmos votos, mas sim procurariam “os seus votos” cada um.

Recomendado para você

3 Comentários

  • Pedro Wilson disse:

    Na verdade, com as regras atuais, que permaneceram, em relação às eleições de candidatos a cargos proporcionais, casso concorram pelo mesmo partido, não necessariamente haveria uma disputa, uma vez que os votos vão para o partido e os mais votados do partido ficam com as vagas conquistadas.
    A disputa à um mesmo cargo proporcional no mesmo partido pode até alavancar as chances de ambos se elegerem e elegerem mais candidatos do partido deles.
    Agora se disputarem o mesmo cargo em partidos ou coligações diferentes, aí a coisa muda de figura e realmente um poderia tirar voto do outro.

  • Luis de Carvalho Rodrigues disse:

    Na realidade, o Deputado Federal Cabo PM Sabino foi eleito no vácuo do Deputado Estadual Cap. PM Wagner. No exercício do mandato,o primeiro pouco fez pelos Militares do Ceará.Querer ser reeleito sem mostrar serviço às Corporações do Estado,a sociedade cearense merece uma atenção posto necessário cumprimento com as promessas da campanha passada. Precisa o eleitorado desses representantes dos Militares estaduais e familiares, observar com profundidade quais compromissos foram efetivamente implementados. Apenas definir plataformas e não executá-las é no mínimo propalar inverdades.

  • Jander Vieira disse:

    Bom mesmo se ambos ficassem fora, esse capitão Wagner se mostrou um exímio DEMAGOGO.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *