Política

Deus perdeu o debate

823 3
No fim do debate, Cabo Daciolo pega Bíblia e lê trecho

Cabo Daciolo lê Bíblia no fim do debate. (Foto: Reprodução/Youtube)

Para um católico, como eu, é muito triste ver a exploração barata, rasteira e desavergonhada da fé pelos candidatos a presidente. Citam o nome de Deus não para exaltá-lo – até porque, vamos combinar, ele não precisa disso. Usam para tirar proveito, tentar enganar eleitores e ganhar voto. Isso é asqueroso, é desrespeitoso. São os vendilhões do palanque.

Deus passeou pelo discurso de vários candidatos. Chegou ao cúmulo quando Cabo Daciolo (Patriotas) leu a Bíblia em suas considerações finais. O que ele queria? Levar a palavra de Deus à audiência que, àquela altura da madrugada, resistia diante da TV? Coisa nenhuma.

Ele queria atrair a simpatia dos inocentes, que pensariam: “Como ele é crente em Deus”, “como é devoto”. Isso é explorar a fé alheia, é explorar a imagem de Deus, é fazer pouco caso de algo tão importante e sagrado para tanta gente, é se aproveitar da simplicidade e da sinceridade da religiosidade de tanta gente, sobretudo humilde.

Não, debate de candidato não é lugar onde o nome de Deus deva ser evocado.

Recomendado para você

3 Comentários

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *