Política

Pastor candidato a senador no Ceará tem aumento de 738% em patrimônio desde 2010

11537 23

Candidato ao Senado pelo PSL, o ex-deputado federal e pastor Pedro Ribeiro teve significativa melhora de patrimônio neste período fora da política. Desde a última eleição que disputou, em 2010, os bens declarados tiveram aumento de 738%. Isso descontada a inflação do período medida pelo IGP-M.

Ele havia exercido mandato entre 2003 e 2007 e depois assumiu como suplente entre 2008 e 2010, na época em que José Pimentel (PT) se licenciou para ser ministro da Previdência. Ao tentar, sem sucesso, a reeleição em 2010, ele declarou R$ 58.996,18 em bens.

Passados oito anos, ele volta a concorrer e declara R$ 850 mil.

A profissão de Pedro Ribeiro é pastor. Ele concorre a senador pelo partido de Jair Bolsonaro.

 (Foto: Diógenis Santos/Câmara dos Deputados)

Ele é dono do maior patrimônio na chapa majoritária do partido no Ceará

Antes que alguém pergunte, a informação sobre patrimônio não significa, necessariamente, que haja nada de errado feito pelo candidato. Porém, é relevante que o eleitor saiba e avalie a evolução patrimonial dos postulantes. Sobretudo aqueles que exerceram atividade pública no período ou, no caso de Pedro Ribeiro, atuou em instituição religiosa, que tem benefícios fiscais. E, em tese, não daria margem a lucros em margens tão consideráveis.

Independentemente de estranhamentos, esses levantamentos são de praxe em toda eleição. Neste ano, vêm sendo feitos pelo O POVO Online conforme os registros vão sendo realizados.

Leia também:

Patrimônio declarado de Eunício cai quase R$ 10 milhões em quatro anos

Patrimônio do Capitão Wagner encolheu desde 2016, mas cresceu 140% desde que entrou na política

Ciro tem o maior patrimônio entre candidatos já registrados no TSE

Recomendado para você

23 Comentários

  • Renato Sobrinho disse:

    E quanto ao aumento do patrimônio do Ciro Gomes na era dos Ferreira Gomes no poder?? não vão divulgar não??? Essas reportagens direcionadas dão nojo…

  • rangel brasil disse:

    O melhor negócio é política ou ser pastor, tai só um pequeno valor arrecadado por esses inescrupulosos que usam o nome de Jesus, para surrupiarem os ditos fieis.Aleluia irmão$$$$$$$$$$$$$.

  • ANDRE DE ARAUJO PINTO disse:

    Ai ai,espero incansavelmente o dia que divulgarão o patrimônio do Bolsonaro dos últimos 10 anos

  • Andrea Lima disse:

    Em se tratando dos políticos brasileiros,nada mais me surpreende!

  • marcos disse:

    pelo o amor de deus! voces só falam besteira na tentativa de negredir a imagem de Bolsonaro. coloca ai uma noticia significante!

  • Não consigo entender que todos esses problemas só estão sendo deferidos a pessoas do partido ou coligados ao futuro Presidente Jair Messias Bolsonaro

  • Rafael disse:

    Engraçado é que ninguem ta falando do patrimonio de candidatos do pt, nem do psdb nem do mdb, mas tudo que tem ligação com Bolsonaro, ai sim, vocês cai matando em cima, esse Brasil nao tem jeito mesmo, inversão de valores ai ai.

  • MILTON F DE A JR disse:

    Aleluia irmão!!!

  • Éder Silva disse:

    Eu acho que ele pode ter o dinheiro dele, ainda bem que ele declara e nunca vi Pastor ser Profissão mas já que o jornal acha !!

  • gadelha disse:

    Quem paga mais ? Dependendo do preço você escolhe que tipo de matéria será publicada… O cardápio é diversificado, acusação é um preço, desqualificar alguém é outro, essa tem sido a praxis da imprensa nacional…

  • Anonimo disse:

    Infelizmente a perseguição e preconceito contra os evangélicos só tem a piorar.
    Porque tem que destacar ” Pastor” é não o nome da pessoa?
    Isso é fake criminoso já que não tem nada de ilegal e pelo contrário foi declarado enquanto muitos escondem em paraísos fiscais.

    • Pedro Lemos disse:

      Ué… E o que tem de criminoso? Só estão sendo divulgados os dados como eles foram averiguados. O cara não é pastor? E não teve aumento de patrimônio? Se as informações apresentadas são verídicas, qualquer inferência feita a partir delas é responsabilidade do leitor, que deve ter senso crítico ao ler qualquer notícia.

    • Érico Firmo disse:

      O registro dele no TSE é “Pastor Pedro Ribeiro”. “Pastor” aparecerá na urna

  • Jorge santos disse:

    Se ele aumentou em 8 anos o patrimônio dele em mais de 700% só como pastor. Se ganhar para o senado e for pra 8 anos, vai ser o igual a romario. Religião e política não pode andarem de mãos dadas. Agora esse site deveria fazer uma pesquisa com alguns fiéis da congregação que ele é pastor e ver se alguns deles ao menos aumentou o patrimônio em 50%…

  • Alysson disse:

    Obrigado jornal O Povo. Já tenho o meu candidato ao senado.

  • RAIMUNDO ALCIR DE SOUZA PEREIRA disse:

    Isso, é devido ao sistema: PIGN, ou seja: “PEQUENAS IGREJAS, GRANDES NEGÓCIOS” !

  • Hélio disse:

    Querer assossiar o aumento do patrimônio do candidato ao Bolsonaro, além de um grande desserviço desse jornal, é extremamente vergonhoso. Até quando essa imprensa brasileira vai continuar agindo assim?

  • Abílio Alves braga disse:

    Na política é até considerável que haja uma evolução em patrimônio financeiro pois é onde não se gasta nada os bobos que são os trabalhadores pagam até as cuecas que eles usam…

  • JONAS FERREIRA ARAUJO JUNIOR disse:

    Vocês descontaram nesses cálculos as valorizações imobiliárias ocorridas no período?! Se sim, deveriam ter deixado claro no texto. Se não, reconheço a legitimidade do levantamento, mas pondero pelos efeitos ruins que isso pode ter para a pessoa. Apesar da ressalva contida no texto, a manchete já deveria refletir as limitações do levantamento realizado pelo jornal.

  • Pedro Lemos disse:

    Ter aumento patrimonial de 738% em 8 anos pode não significar muita coisa, a depender dos números em questão, já que os nossos congressistas recebem salários nababescos…

    O salário de um senador é de R$ 33.700,00 atualmente. Se a pessoa recebia um salário mínimo antes de se tornar senador (sim, eu sei que é quase impossível alguém nessa condição se eleger senador, estou falando hipoteticamente), então, somente no primeiro mês de mandato ele já receberia um salário 3.500% maior do que o seu anterior. Daí pode-se ver como é fácil aumentar exponencialmente o seu patrimônio sendo representante do povo, sem nem precisar fazer nada ilegal. E não estou nem considerando os penduricalhos que vem com o cargo…

    Muito mais informativo e esclarecedor seria informar qual era o patrimônio do dito cujo aí antes de exercer o cargo público, para que pudéssemos comparar.

\

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.