Política

Desmantelado, Vovó da Guarda e Loura do Cocó: os candidatos com os nomes mais curiosos no Ceará

2090 1

Cearense de Itapipoca, o deputado federal Francisco Everardo Oliveira Silva, o Tririca, é candidato à reeleição pelo PR de São Paulo (Foto: Wilson Dias/Agência Brasil)

 

O que Freud, Mamãe e Desmantelado têm em comum? São todos candidatos a deputado estadual no Ceará.

Com 167 postulantes já registrados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os três representam aquela categoria de concorrente cujo nome chama mais atenção do que as propostas que eventualmente defendam durante a passagem relâmpago no horário eleitoral gratuito.

Nesse universo pitoresco, Freud é uma das denominações mais curiosas. Não apenas por utilizar a graça do médico austríaco criador da psicanálise, mas por adicionar ainda o complemento “pastor das cruzadas”.

Não é apelido, entretanto. Candidato do Podemos, Sigmundo Freud Macedo da Costa tem 48 anos, é casado e natural de Fortaleza.

Desse modo, o eleitor que for às urnas em 7 de outubro disposto a votar em Sigmundo vai encontrar a alcunha “Freud, o pastor das cruzadas”, numa curiosa união entre ciência e religião.

Já o Desmantelado é José Nilton Pereira Moura, do Pros. Tem 46 anos e é casado. Na prestação de contas, não informou bens em seu nome. Estaria aí o seu desmantelo? Não se sabe ainda.

Mamãe é Lucilene Correia da Costa, candidata do Podemos. Na foto no site do TSE, aparece uma senhora de 70 anos usando óculos com a expressão severa de uma mãe prestes a ralhar com o filho.

Mas há outros postulantes que podem mobilizar as atenções dos eleitores tão logo comece a propaganda na TV, a partir do dia 31 de agosto.

São os casos da Rosa “Via Radical” (Rosenilda Gomes Maia, 53) – não confundir com a Rosa da Fonseca, fundadora do grupo Crítica Radical, que é contrário às eleições. E a Vovó da Guarda (Denúbia Estevam Pereira, 57).

A Radical e a Vovó cerram fileiras no Pros, presidido no Estado pelo deputado Capitão Wagner e aliado do candidato tucano ao Governo General Theophilo.

O cearense que estiver atento à campanha também verá um confronto inédito na disputa por um assento na AL-CE. Neste ano, caçam os votos da audiência duas “louras-candidatas”.

Representando bairros de Fortaleza com poder aquisitivo radicalmente díspares, concorrem a Loura da Barra (Francisca Gracilia dos Santos, do PTB) e a Loura do Cocó (Francisca Meiry Garcez Viana, do Pros).

Outros dois duelos também são esperados: Chico do Posto (Francisco Antonio Costa Emiliano, do Pros) contra Chico Atleta (Francisco Antonio Batista, do Podemos) e Raimundão (Raimundo Macedo, médico e ex-prefeito de Juazeiro, do MDB) versus Raimundinho do Sindicato (Raimundo Nelson Araújo, do PCdoB).

Completam a lista os postulantes que agregam ao próprio nome ou apelido um predicado que se liga à profissão que exercem ou já exerceram e pela qual se tornaram conhecidos.

Entre os nomes registrados até agora no TSE (o último dia é 15/8), brigam por espaço na Assembleia Legislativa dois bispos, um cabo, um capitão, um corretor, 7 doutores e doutoras, um enfermeiro, um radialista, um major, dois pastores, 7 professores, 4 sargentos e um soldado.

Todos carregando na denominação exibida na urna eletrônica a designação do ofício. A essa, desejam agora, se o eleitor permitir, somar a de deputada ou de deputado.

Recomendado para você

1 comentário

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *