Política

Temperamento “explosivo” de Ciro Gomes preocupa PDT

“Estou até mais tranquilo nos debates”, brinca Ciro (Foto: Mauri Melo/O POVO)

A língua afiada do candidato a presidente Ciro Gomes (PDT), velha conhecida do eleitor cearense, tem sido acompanhada de perto há meses por marketeiros e lideranças do PDT. Segundo dirigentes da sigla ouvidos pelo O POVO, receio de que o estilo explosivo do candidato fosse aproveitado por candidatos acompanha o candidato desde a filiação.

“O adversário quer realçar os defeitos, o amigo as qualidades (…) então Ciro tem que passar tranquilidade, calmaria, simpatia”, disse o presidente do PDT, Carlos Lupi, durante passagem por Fortaleza no fim de semana. “Ciro tem que reforçar que é o mais preparado, o que tem mais experiência, e não como aqueles que querem desconstruir a imagem dele”, diz.

Durante o mesmo ato, Ciro mostrou que tem “aprendido a lição”, evitando falar de desafetos e até brincando com a fama de controverso. “Eu estou até mais tranquilo, mais maduro nos debates (risos). Mas a indignação é a mesma”, brincou. Com a calmaria do candidato, sobrou para o irmão, o candidato a senador Cid Gomes (PDT), assumir o posto de atacante da equipe.

“Pelo debate que teve na Bandeirantes, o que a gente viu foi algo próximo de um picadeiro de um circo (…) desses 13, pelo menos cinco nem em eleição deveriam estar, deveriam estar era no manicômio”, disse Cid, que criticou individualmente cada um dos 12 adversários de Ciro.

“Bolsonaro é Temer, não muda em nada, é só conversa fiada, coisa que não muda em nada a vida do povo (…) um cara que está deputado há sete mandatos querer ser a negação da política, só em manicômio”, disse. As informações são da Coluna Política do O POVO desta segunda-feira, 20.

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *