Política

“Conteúdo da obra infantil não tem nada de pornográfico”, responde editora

933 2

Capa do livro citado pelo presidenciável Jair Bolsonaro durante sabatina no Jornal Nacional (Foto: Divulgação)

A Cia. das Letras, que publicou no Brasil a obra infantil Aparelho sexual e Cia, rebateu acusação do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) de que o livro seria impróprio.

Em sabatina nessa terça-feira no programa “Jornal Nacional” (TV Globo), o capitão da reserva afirmou que o livro, publicado em 2007, havia sido comprado pelo Governo Federal e distribuído para crianças como parte de um “kit gay”.

Por meio de nota enviada ao Blog Política, a editora informou que Aparelho sexual e Cia. foi lançado pelo selo juvenil da casa. “No nosso catálogo, ele era sugerido para o 6º, 7º, 8º e 9º anos do Ensino Fundamental, ou seja, para alunos de 11 a 15 anos.”

De acordo com a Cia. das Letras, “ao contrário do que afirmou erroneamente o candidato à Presidência em entrevista ao Jornal Nacional na noite de 28 de agosto, ele nunca foi comprado pelo MEC, como tampouco fez parte de nenhum suposto ‘kit gay’”.

A empresa afirma ainda que o Ministério da Cultura adquiriu 28 exemplares em 2011, destinados a bibliotecas públicas, sobre as quais não tem qualquer tipo de ingerência.

O conteúdo da obra nada tem de pornográfico”, continua a nota, “uma vez que formar e informar as crianças sobre sexualidade com responsabilidade é, inclusive, preocupação manifestada pelo próprio Estado, por meio de sua Secretaria de Cultura do Ministério da Educação”.

Durante a sabatina com os jornalistas Renata Vasconcellos e William Bonner, Jair Bolsonaro tentou mostrar trechos do livro.

O candidato foi alertado pelos apresentadores de que, conforme regras acertadas previamente com os representantes das candidaturas, nenhum postulante poderia exibir material impresso na entrevista.

Aparelho sexual e Cia. está esgotado e o contrato com a editora, encerrado. A Cia. das Letras, no entanto, já entrou em contato com o autor para tentar viabilizar uma nova edição.

A obra é assinada pelo quadrinhista suíço Zep, pseudônimo de Philippe Chappuis.

No site de vendas de livros Estante Virtual, a obra pode ser encontrada por preços que variam de R$ 190 a R$ 230.

Confira abaixo sabatina do candidato Jair Bolsonaro ao Jornal Nacional na noite dessa terça-feira:

Recomendado para você

2 Comentários

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *