Política

Capitão Wagner (Pros) e Heitor Freire (PSL) encabeçam frente pró-Bolsonaro

Deputado federal Capitão Wagner (Pros) integra frente bolsonarista no Ceará ao lado de nomes do PSL (Foto: Camila de Almeida)

Campeão de votos para a Câmara dos Deputados pelo Ceará, Capitão Wagner (Pros) acertou com a direção do PSL a estratégia de campanha de Jair Bolsonaro (PSL) no Estado.

Presidente estadual do PSL e deputado federal eleito, o empresário Heitor Freire viajou nesta terça-feira para o Rio de Janeiro para encontrar o presidenciável.

Amigo de Bolsonaro, o parlamentar está hospedado na casa do militar. Lá, eles traçam juntos a agenda de campanha de Bolsonaro, que terminou o primeiro turno com 46% dos votos válidos contra 29% de Fernando Haddad (PT).

Os correligionários já têm uma data prevista para a visita do capitão da reserva ao Ceará, que será divulgada em breve.

Ainda nessa segunda-feira, Freire telefonou para Wagner e o convidou para formar uma frente “bolsonarista” no Ceará, estado onde Bolsonaro obteve 21,74% dos votos válidos.

Terceiro colocado no total, Ciro Gomes (PDT) recebeu 40,95% dos votos e Haddad, 33,12%.

O Ceará foi o único estado do País cujo eleitorado não levaria Bolsonaro para o segundo turno da disputa presidencial.

De acordo com Capitão Wagner, no entanto, há espaço para que o candidato do PSL cresça, mesmo dentro de um reduto petista.

“Se Bolsonaro não ganhar aqui, ele vai chegar na reta final muito bem posicionado”, disse.

O parlamentar cearense espera uma declaração de apoio do PSDB no Estado a favor de Bolsonaro ainda nesta semana.

Wagner concorreu à Câmara em coligação formada por Pros e PSDB. Candidato ao senado na chapa, o empresário Eduardo Girão, do Pros, desbancou o presidente do Congresso Eunício Oliveira (MDB) na briga por uma das duas vagas.

A segunda vaga no Senado ficou com o ex-governador Cid Gomes, do PDT.

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *