Política

Em vídeo, Bolsonaro oferece beijo a aliado que se declara gay: “Ele cura”

Jair Bolsonaro brinca com apoiador durante reunião com candidatos eleitos do PSL, no Rio de Janeiro (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Em encontro com deputados estaduais e federais eleitos pelo PSL no domingo, 7, o presidenciável Jair Bolsonaro fez aceno a mulheres, negros e gays.

Em fala aos novos parlamentares, reunidos no Rio de Janeiro, o candidato, que lidera as pesquisas de intenção de voto, convida o deputado eleito Helio “Negão” para o palco onde se apresentava.

Helio Fernando Barbosa Lopes, conhecido também como Helio da Baixada ou “Negão”, é subtenente do Exército. Candidato a deputado federal, foi o mais bem votado do Rio.

“Eu conheço o Helio há mais 20 anos. Ele foi o mais votado do Rio de Janeiro”, disse Bolsonaro, sob aplausos.

Em seguida, o presidenciável chama ao palco Alana Passos, sargento da Brigada de Infantaria Paraquedista, que se elegeu deputada estadual pelo Rio.

“Vamos fazer esse espírito de mulher, de negro…”, graceja Bolsonaro.

E então pergunta: “Tem algum gay aqui, por acaso? Eu acho que tem”. A plateia ri novamente. “Se tiver, é bem-vindo ou bem-vinda.”

Um rapaz emerge do fundo do salão de eventos e cumprimenta Bolsonaro, que fala: “O meu beijo cura. Quer um beijo meu?”.

O momento foi gravado e postado nas redes sociais pelo deputado federal eleito Capitão Wagner, do Pros, que participa do encontro com o candidato do PSL.

No Ceará, Wagner integra a linha de frente da campanha bolsonarista ao lado do coordenador político de Bolsonaro e presidente estadual do PSL, Heitor Freire.

Militar da reserva, o capitão reformado é alvo de críticas de entidades que lutam por direitos de minorias.

Em entrevistas, ele já se declarou homofóbico e zombou de quilombolas, agressão em função da qual foi denunciado ao Supremo Tribunal Federal (STF) pela Procuradoria-Geral da República (PGR).

Bolsonaro também já afirmou que “nenhum pai de família gostaria que seu filho fosse gay” e que sua filha foi resultado de uma “fraquejada”.

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *