Política

Prefeitura de Fortaleza recua de projeto de “réveillon cristão” na Beira Mar

13671 10

Réveillon de Fortaleza é um dos maiores do País (Foto: Fco. Fontenele)

A Prefeitura de Fortaleza recuou, e a tramitação de projeto de lei que criava um “réveillon cristão” na avenida Beira Mar foi suspensa.

O PL, enviado como mensagem do Executivo a partir de proposta do vereador Salmito Filho (PDT), tramitava na Comissão de Cultura da Câmara dos Vereadores desde setembro.

Relatora da proposta, a vereadora Larissa Gaspar (PPL) já havia dado parecer favorável ao projeto, que iria a votação na comissão às 10 horas desta quinta-feira.

Depois, estaria liberado para o plenário da Câmara, presidida por Salmito, eleito deputado estadual e cotado para disputar a Prefeita em 2020.

A ideia era que a proposta fosse implementada já na festa de fim de ano de 2018 sob a justificativa de que “igrejas cristãs têm contribuído para a cultura de paz, ética e dos mais relevantes valores morais”.

Ao Blog Política, a relatora disse que se tratava de uma forma de contemplar “grupos específicos” da sociedade, tudo “dentro da legalidade”. O PL fala em instituir “uma noite de comemoração de ano que ressalta os valores cristãos”.

Ainda de acordo com o texto, a festa, que passaria a ser chamada de “Celebração da Virada”, marcaria as “comemorações de passagem de ano na cidade de Fortaleza, um réveillon cristão a céu aberto na avenida Beira Mar, com a presença de cantores e bandas cristãs locais e nacionais, concluindo com uma celebração cristã ao raiar da primeira manhã do ano”.

Os festejos começariam às 19 horas e se encerrariam às 6 horas, com atrações contratadas pelo Poder Público em parceria com o setor privado.

Por meio de assessoria de imprensa, a Prefeitura informou que a redação do projeto continha uma “imprecisão”. Por isso a tramitação foi suspensa, sem prazo para ser retomada.

O Paço não garantiu se irá apresentar uma nova mensagem com a medida.

Recomendado para você