Política

Após ter número de telefone divulgado, Tabata diz que vai processar ministro da Educação

3190 1

Foto: Agência Câmara

Deputada federal pelo PDT, Tabata Amaral prometeu entrar com processo por danos morais contra o ministro da Educação, Abraham Weintraub.

Durante audiência na Comissão de Educação da Câmara na manhã desta quarta-feira, a pedetista disse que o titular do MEC havia divulgado informações pessoais da parlamentar, como número de telefone, contidas em reproduções que o ministro distribuiu a outros deputados no colegiado.

Weintraub encaminhou os papéis aos membros da comissão depois de ter sido cobrado por Tabata, que o questionara sobre o andamento de projetos do MEC.

O ministro, então, expôs troca de mensagens entre a pasta que comanda e integrantes da equipe da congressista, afirmando que havia tentado agendar uma reunião com a deputada.

Pelas redes sociais, já depois de encerrada a audiência, Tabata escreveu que havia cobrado “planos e ações do MEC”, mas o ministro “respondeu divulgando meu telefone pessoal e tentando manchar a minha imagem e a da minha equipe”.

Segundo ela, Weintraub “usou dos mesmos mecanismos que emprega com os problemas da educação: polemiza e mente”.

1 comentário

  • Augusto Durval disse:

    Esse ministro da educação é um consequente, incompetente para ministrar uma pasta que é tão importante para o desenvolvimento do País. Brincar com a educação como ele vem fazendo, é demonstrar o total desconhecimento que tem sobre a importância que a educação, ciência e tecnologia têm para a grandeza da nação perante os países que aqui queiram investir.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 − onze =