Política

Petista Camilo Santana pode apoiar reforma da Previdência após mudanças no texto

1659 4

Camilo poderia chegar inclusive a articular pela aprovação da medida (Foto: Divulgação)

Caso seja mantido acordo de líderes que promete alterar texto da Reforma da Previdência, o governador Camilo Santana (PT) estará disposto a apoiar publicamente a medida. A postura teria sido comunicada inclusive para deputados da bancada federal do Ceará nesta terça-feira, 11.

As informações são da revista Crusoé e foram confirmadas pela assessoria de imprensa do governo do Ceará. Segundo o Palácio da Abolição, Camilo enxerga a reforma como “necessária” para o momento atual da economia do País, desde que sejam retirados itens prejudicando os mais pobres.

A gestão diz ainda que a postura não é nova e já teria sido defendida inclusive nas reuniões entre Camilo e governadores do Nordeste. Segundo a Crusoé, o governador teria inclusive admitido possibilidade de articular publicamente pela aprovação da medida – caso mantidas as mudanças propostas.

Reforma desidratada

Na última quarta-feira, líderes da Câmara aprofundaram articulações por um acordo que facilite a aprovação da reforma da Previdência da Casa. O texto proposto no acordo retira pontos sensíveis da reforma, como mudanças no Benefício por Prestação Continuada (BPC) e na aposentadoria rural.

Devem sair do projeto ainda o regime de capitalização proposto pelo ministro Paulo Guedes (Economia). Outra vontade do governo, de que mudanças nas regras da aposentadoria passassem a ser promovidas por lei complementar, e não Proposta de Emenda à Constituição, também será descartada.

Segundo analistas, mudanças podem fazer a reforma gerar economia até 30% menor do que a inicialmente planejada. O projeto, no entanto, sofreria menos resistência e teria aprovação mais segura no Congresso. 

A postura de Camilo Santana é vista nacionalmente como primeiro efeito prático das mudanças anunciadas no texto. Como o governador é filiado ao Partido dos Trabalhadores, sua adesão acaba tendo peso “especial” para a base do governo.

Recomendado para você

4 Comentários

  • Chico Caucaia disse:

    Camilo, usa as artimanhas petistas, em Brasilia fala uma coisa, aqui no Ceara fala outra.
    Complicado estes petistas, é somente observar as votações no congresso, o parlamentar vai a tribuna e faz a maior confusão no microfone, na votação vota sim……kkkkkkkkkkk

  • ROBERIO MENDES DE LIMA disse:

    Povo é povo, governo é governo. Um paga imposto, o outro gasta o imposto. Portanto não há porque um ficar do lado do outro, pois quem gasta quer sempre mais para si, mas há alguns do lado do povo que ficam do lado do governo. Eates são idiotas.

  • MAURO DE SOUZA LIMA disse:

    Saia do Partido, seu TRAIDOR DESGRAÇADO. TENHA VERGONHA NA CARA.

  • Fabiano COelho disse:

    Como é vai apoiar um EXCRESCÊNCIA dessas, se nem a metade dos JABUTIS foram retirados, como é o caso ainda da tabela progressiva, nos termos colocados, que tem caráter confiscatório, e a questão dos militares que ainda nem tocada foi, cujo projeto é um autêntico PLANO DE CARGOS, não lhes impondo nenhum sacrifício.,

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 + 6 =