Política

“Era ele ou Eunício”, diz MBL após Eduardo Girão votar contra decreto

3184 6

Senador Eduardo Girão (Agência Brasil)

O Movimento Brasil Livre (MBL) criticou o senador cearense Eduardo Girão (Podemos) nesta noite de terça-feira, logo após o Senado rejeitar o decreto de armas de Jair Bolsonaro (PSL).

“Sobre o Girão, discordamos de seu voto”, escreveu o perfil da entidade no Twitter.

“Mas lembramos aos amigos que era ele ou Eunício Oliveira. Fica fácil escolher agora, né?”, continuou o MBL.

De acordo com o movimento, a escolha por Girão nas eleições se deu porque o senador eleito é “contra o aborto, a favor das reformas e de outras pautas como o pacote anticrime do Moro”.

Então presidente do Senado, Eunício (MDB) foi derrotado na reeleição por uma pequena margem de votos.

6 Comentários

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *