Política

“Lá só aceitam opinião dos caciques. É melhor ir para onde tem todo mundo índio”, diz presidente do PTC sobre abandono da base e aliança com Pros 

O Partido Trabalhista Cristão (PTC) oficializa neste sábado, 25, aliança com o arco do pré-candidato a prefeito de Fortaleza Capitão Wagner (Pros). O evento que marca aproximação entre as siglas está marcada para para acontecer na sede do PTC, no bairro Parangaba, às 17h.  

Segundo o presidente estadual do PTC, Tomás Holanda, e encontro obedecerá todos os protocolos de saúde para evitar contágios do Covid-19.  “Um evento restrito, com distanciamento de dois metros, máscara e  álcool em gel” disse. 

Ele comenta que a decisão é resultado de “muita conversa e alinhamento” com o projeto de governo. “O Wagner aceitou a opinião para que o partido opinasse naquilo que a gente achasse melhor para Fortaleza. Vamos ser também um interlocutor. Aquilo que foi viável o capitão vai acatar” completou. 

Embora ainda mantenha proximidade com o governador Camilo Santana (PT), o partido agora abandona a base do prefeito Roberto Cláudio (PDT). Sobre seu distanciamento, o dirigente manifestou incômodo com a influência de “caciques” na atual gestão. “É melhor ir para onde tem todo mundo índio. Ele (Roberto Cláudio) só aceita opinião dos caciques e o Wagner tá escutando todo mundo” disse. 

Segundo Wagner, o apoio é fruto da construção de uma “relação respeitosa” com o Pros aliado à divergências entre PTC e base aliada na prefeitura. “Conseguimos construir nos últimos dias muita coisa, até pela insatisfação dele [Tomás] com a base. Enquanto o pessoal de lá queria mandar no partido e compor sua chapa, a gente ajudou encaminhando alguns nomes e agora ele está agradecendo” disse o pré-candidato. 

Segundo o deputado, o PTC traz para seu arco de aliança a prefeito de Fortaleza 65 candidatos a vereador. “Traz um grupo para votar na gente e vai ser um diferencial. No passado tínhamos 100 candidatos e agora quase 600 candidatos para nos apoiar” avaliou.  

Contando com o Democracia Cristã (DC), que também deve confirmar sua aliança neste sábado, as nova aquisições farão com que o pré candidato do Pros entre na disputa com nove partidos em seu entorno. Agora, serão eles: Pros, PTC, Podemos, Republicanos, Avante, PSC, PMN e PMB, DC. Embora a meta inicial da aliança já tenha sido, numericamente, superada, ainda estão na mira de adesão partidos como o PSDB e o PSL.

Recomendado para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *