Política

Luizianne afirma que prefeitura não tem como manter auxílio emergencial e propõe ajuda de custo temporária a desempregados

Em entrevista à Rádio O POVO CBN, a candidata à Prefeitura de Fortaleza pelo PT nas eleições 2020, Luizianne Lins, afirmou ter como projeto de governo a implantação do Bolsa Família Fortaleza. Segundo ela, o programa funcionaria como uma ajuda de custo, de até seis meses de duração, voltada a pessoas que perderam o emprego durante a pandemia do novo coronavírus. No entanto, a prefeiturável argumenta que não é possível falar em valores e culpa a falta de atualização dos dados do Governo Federal sobre o número de desempregados no Município. Contudo, afirma que valores como os do auxílio emergencial, que giram em torno de R$ 600 e R$ 300, são inviáveis para uma gestão municipal.

Texto da repórter Rose Serafim.

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *