Política

Após testar positivo para Covid-19, Célio Studart é impedido de votar para presidente da Câmara

Após testar positivo para o coronavírus, o deputado federal Célio Studart (PV-CE) não pôde votar na escolha do novo presidente da Câmara para o biênio 2021-2022, processo que, nesta segunda-feira, 1º de fevereiro, elegeu o deputado Arthur Lira (DEM-RJ). A eleição da Casa foi totalmente presencial, mesmo com a pandemia em curso no Brasil. O parlamentar recorreu da decisão em ofício enviado à Secretaria Geral da Mesa (SGM), responsável pela organização da votação.

“A decisão da Mesa Diretora me impede de cumprir meu papel e, em um momento de extrema importância para o futuro do país, representar os mais de 208 mil eleitores que me confiaram seus votos”, disse o parlamentar no documento. Célio chegou a requisitar à SGM o direto de votar nas eleições pelo Sistema de Deliberação Remota (SDR), mecanismo já usado para eleição dos cargos de 3º Secretário e 4º Suplente de Secretário da Mesa em 2020. Em nota, a assessoria do deputado afirmou que, até às 19h, a solicitação não havia sido respondida.

 

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *