Política

Projeto em tramitação na AL endurece sanções para quem furar fila da vacinação no Ceará

Maioria dos deputados está de folga deste terça-feira (Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

Projeto de Lei em tramitação na Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE) endurece sanções contra os chamados “fura-fila” da vacina contra a Covid-19. De autoria do deputado Agenor Neto (MDB) a proposta estabelece punições para quem receber vacina descumprindo a ordem estabelecida pelo Poder Público.

Dentre as punições estão a impossibilidade de receber uma segunda dose da vacina antes da ordem estabelecida, proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de cinco anos; e impedimento de ingressar em cargo ou função pública pelo mesmo período.

Na mensagem, cabe ainda a instauração de Processo Administrativo Disciplinar se a infração for cometida por servidor público estadual, seja ele efetivo ou comissionado; imediato desligamento do colaborador contratado em regime celetista, inclusive mediante terceirização de mão de obra e possibilidade de perda da função pública.

“A garantia de prioridade a esses grupos expostos é imperiosa em razão da escassez do produto”, justifica o autor.

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *