Ancoradouro

Os presidenciáveis e o aborto

52.91.176.251 /ancoradouro/2010/08/03/os-presidenciaveis-e-o-aborto/
1 Seja o primeiro a comentar

O período de campanha eleitoral é oportuno para conhecer o que pensa os candidatos sobre temas importantes e relevantes na construção da sociedade. Com a democratização da informação podemos ter mais acessoaos potencias representantes. Por isso devemos nos utilizar das redes sociais e outras ferramentas para descobrir qual é a postura deles a cerca de temas como o aborto, por exemplo, que é um critério primário para o católico escolher seu candidato.

O blog pesquisou sobre o que pensa alguns presidenciáveis sobre o assunto. Veja:

José Serra, na sabatina da Folha/UOL disse:

 “Eu não mexeria na atual legislação, que permite aborto no caso de estupro e risco de vida da mãe. Considero o aborto uma coisa terrível. Num país como o nosso, se liberaria uma verdadeira carnificina. Dificultaria o trabalho de prevenção à gravidez na adolescência, liberaria gravidez para todo lado, porque vai para o SUS e faz aborto”.

No quadro O Povo quer saber do programa Custe o que custar Serra classificou o aborto como algo lamentável.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=5mkEOAj3ghM[/youtube]

A candidata Marina Silva, membro da igreja evangélica Assembléia de Deus se diz pessoalmente contra o aborto mas joga a decisão de torná-lo aceitável ou não ao povo. Na entrevista ao CQC defende a realização de um plebiscito para decidir sobre o tema.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=RvLfoVdUwtY&feature=related[/youtube]

Ao portal de notícias da Rede Record, R7, disse: “- Tenho uma posição contrária ao aborto, mas diria que esse assunto não é de fácil solução. […] Defendo um plebiscito para que a sociedade se pronuncie. […] Óbvio que as mulheres não fazem [o aborto] como método contraceptivo, fazem em um momento de desespero”.

Já a candidata do PT, Dilma Roussef falou sobre o assunto aos editores da Revista Isto é e tornou clara sua defesa ao aborto que em sua opinião não é questão de foro íntimo e sim de saúde pública. A presidenciável é da opinião que o estado deve oferecer o tratamento para a mulher que queira abortar. Indagada se é católica, Dilma diz que é antes de tudo cristã, num segundo passo, católica.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=ITAwV6gg3kY&feature=player_embedded#![/youtube]

O candidato Plínio Sampaio do Psol é outro que defende irrestritamente o aborto, conforme noticiou o jornal Correio Braziliense.

Além do aborto deve-se pesquisar sobre o que os candidatos pensam e o que consta em seus planos de governo sobre a união de pares do mesmo sexo, legalização da maconha entre outros. O blog vai buscar atualizar as informações sobre o assunto na tentativa de ajudá-lo a fazer a melhor escolha.

Recomendado para você