Ancoradouro

"Porta dos Fundos" ultraja fé dos católicos no Natal

233 28
Personagens usam palavrões misturados á citações bíblicas.

Personagens usam palavrões misturados á citações bíblicas.

O grupo de comédia Porta dos Fundos lançou  especial de Natal com uma série de ultrajes à fé cristã.

Na primeira esquete, que plagia a anunciação do anjo, são utilizados palavrões nos diálogos dos personagens que interpretam José, o Anjo Gabriel, Maria e Deus.

A gravidez de Maria é apresentada em tom de zombaria num diálogo extremamente desrespeitoso à fé. Termos pejorativos  como “você que deu?” e “Maria tá Zero Bala”, são utilizados pelos atores que representam José e Gabriel.

Não é a primeira vez que o grupo ultraja elementos do universo religioso cristão. Aliás, é apenas esta religião que é vilipendiada pelo grupo. Em entrevista ao Jornal O Estado de São Paulo, Fábio Porchat, um dos integrantes do grupo e intérprete do Anjo Gabriel neste esquete de Natal afirmou que jamais faria brincadeira com o Islã. ” Eu, por exemplo, não faço piada com Alá e Maomé, porque não quero morrer! Não quero que explodam a minha casa só por isso (risos)“.

Católicos reclamam da intolerância e preconceito do grupo. “O grupo Porta dos Fundos, mais uma vez exagerou na brincadeira. Não podemos aceitar esse tipo de coisa. Nós católicos, precisamos nos manifestar, denunciar, repudiar. O que eles querem é se promover em cima da nossa fé!”, reclamou o universitário Cleiton Ramos.

Deixa sua mensagem de repúdio para o grupo Porta dos Fundos pedindo respeito nos seguintes endereços:

facebook.com/PortaDosFundos

twitter.com/portadosfundos

Termos pejorativos  como "você que deu?" e "Maria tá Zero Bala", são utilizadas pelos atores que representam José e Gabriel.

Termos pejorativos como “você que deu?” e “Maria tá Zero Bala”, são utilizadas pelos atores que representam José e Gabriel.

Recomendado para você