Artesanato da Mente

O vaidoso não vê a realidade como ela é

perspectiva2_3

A vaidade é considerada, por todos os grandes estudiosos e pensadores, o maior de todos os chamados “pecados capitais”, porque pode destruir sobremaneira o ser humano.

Estava lendo sobre esse tema e me deparei com um texto absolutamente incrível e de uma clareza didática absurda.

Ele foi escrito como uma parceria de escritores e não tem portanto uma autoria definida, mas deixarei aqui o link de onde foi extraído.

***************

Satisfazer a vaidade é um grande perigo.

A tentação de evidenciar a própria grandeza pode fazer um homem cair no ridículo.

Há pouca coisa mais lamentável do que alguém despreparado desempenhando um grande papel.

A ausência de discernimento pode levar a ver virtudes onde elas não existem. A aceitar conselhos de quem não merece confiança. A tomar decisões sob falsas perspectivas.

A vaidade manifesta-se sob muitas formas. Está presente na vontade de dizer sempre a última palavra.

Por relevante que seja o argumento do outro, o vaidoso não consegue dar-lhe o devido valor.

Imagina que, se o fizer, diminuirá seu próprio brilho.

O vaidoso tem dificuldade em admitir quando erra, mesmo sendo isso evidente.

Ele não consegue perceber a grandeza que existe em admitir um equívoco. Que é mais louvável retificar o próprio caminho do que persistir no erro.

A vaidade também dificulta o processo de perdoar.

O vaidoso considera muito importante a própria personalidade.

Por conta disso, todas as ofensas que lhe são dirigidas são gravíssimas.

Já os prejuízos que causa aos outros são sempre pequenos.

Afinal, considera o próximo invariavelmente mais insignificante do que ele próprio.

A criatura acometida de vaidade dá-se uma importância desmedida. Imagina que os outros gastam horas refletindo sobre seus feitos.

Por conta disso, sente-se compelida a parecer cada vez mais evidente.

Como todo vício moral, a vaidade impede uma apreciação precisa da realidade.

Link: Tome cuidado com a vaidade

**************

De fato, uma pessoa vaidosa se comporta mais ou menos dessa maneira abordada nesse texto. Quero de antemão deixar bem claro que TODOS NÓS, em maior ou menor grau, temos sim vaidade. Ninguém está totalmente isento(a) de senti-la.

No entanto, se você está aqui e está lendo esse texto, é porque tem dentro de si a motivação para ser alguém melhor a cada dia não é mesmo? Então convido você a refletir junto comigo em até que ponto você também tem sido vaidoso(a)?

Esse é um texto extremamente reflexivo e cada frase dele é possível fazer grandes considerações, mas vou me deter exclusivamente nessa frase:

“A criatura acometida de vaidade dá-se uma importância desmedida. Imagina que os outros gastam horas refletindo sobre seus feitos.”

Essa é uma tremenda ilusão! Porque não é assim que as coisas são na realidade. Os vaidosos têm uma visão distorcida da realidade, pensando que são mais importantes que as outras pessoas, que o que fazem tem mais impacto etc.

Veja só! Muitas pessoas estão se descabelando literalmente porque mal conseguem resolver suas próprias pendências? Você por acaso pensa que elas vão gastar horas do seu dia refletindo sobre seus feitos? Nessa hora replico aquela famosa propaganda da televisão: “Sabe de nada inocente!”… rsrsrsrs

fanfiction-originais-a-gente-se-completa-1899238010620140030

Coloco tudo isso como um alerta pra você e aproveito para afirmar o que todas as pessoas mais humildes e conscientes dizem: “Se você morresse hoje você não faria falta nenhuma…”.

O mundo continuaria o mesmo e a vida seguiria o seu curso do mesmo jeito!

Ficou chocado com essa afirmação? Você pensou: “Não é bem assim?…”

Bem! Se isso aconteceu é porque também existe vaidade em você, mas não se sinta mal por isso, ela existe em todos nós!

Quando nós morremos é lógico que deixamos saudade nos familiares e também nas pessoas em que causamos algum impacto positivo.

Mas o que quero dizer é sobre a AUTOIMPORTÂNCIA desmedida dos vaidosos! Eles tem a ilusão de que se partirem, as outras pessoas não farão o que ela faz, não conseguirão “se virar sem ela”, como se diz no termo popular.

Mas sabe qual é a verdade? Elas vão se virar sim, e talvez cresçam muito mais depois da sua partida!

Quero com essas palavras apenas lhe ajudar a ver a realidade como ela é! Sem esse enorme véu de ilusões.

Procure dar o melhor de si! Procure fazer o bem e ajudar o maior número de pessoas possível, mas faça isso de coração aberto, com desprendimento. Faça da forma como o mestre Jesus nos ensinou: “Não saiba a tua mão esquerda o que faz a direita…”. Ou seja, quanto mais você operar no silêncio do seu coração, mais valoroso você se tornará como ser humano e como um ser espiritual.

Reflita com carinho sobre tudo isso e pouco a pouco vá dissolvendo a vaidade, para que emerja daí um ser humano cada vez mais humilde e consciente…

 

Recomendado para você