Artesanato da Mente

A glória de Deus é uma pessoa que vive em plenitude

648 1

Lendo o livro “felicidade: um trabalho interior”, do escritor John Powell, eu me deparei com uma citação lindíssima que me levou a refletir bastante sobre nossos POTENCIAIS INTERNOS, que muitas vezes passam a vida inteira adormecidos.

Era uma citação de Santo Irineu, que foi um teólogo e escritor cristão do século II. Abaixo está uma pequena transcrição do livro no qual tem essa frase dele.

************

Naturalmente, a vontade de Deus é quase sempre misteriosa. Mas, uma coisa é certa: Deus quer que usemos, em sua totalidade, as dádivas que nos oferece. No século II, Santo Irineu escreveu que “a glória de Deus é uma pessoa que vive em plenitude”. Você já deu um presente a alguém que nunca quis usá-lo? Você não teve vontade de lhe perguntar: “Por que você não usa o presente que lhe dei? Será que não gostou?”. Talvez Deus queira no perguntar sobre as dádivas que nos deu. Quando dizemos no Pai Nosso “Seja feita a sua vontade”, estou certo que parte dessa vontade de Deus é que eu desenvolva meus sentidos, emoções, mente, vontade e coração tanto quanto possível. “A glória de Deus é uma pessoa que vive em plenitude”.

John Powell

************

Eu concordo plenamente com o pensamento do John Powell e essa linda frase de Santo Irineu. Estamos nesse planeta para evoluirmos e aprendermos a amar com cada vez mais profundidade!

Os nossos dons e talentos pessoais são presentes dados por Deus e a grande maioria de nós faz pouco caso deles. Por conta do LIVRE ARBÍTRIO, Deus não interfere no que escolhemos para a nossa vida, porém, as leis universais são implacáveis: toda escolha sempre gera consequências…

Essa analogia com o presente é maravilhosa. Nós, por causa do nosso EGO gigantesco, quando damos um presente a alguém e essa pessoa não gosta dele, não usa e deixa ficar mofando em casa, é comum ficarmos com raiva, achando que houve ingratidão por parte de quem ganhou o presente.

Mas Deus não é assim! Não existe ingratidão da sua parte. Só existe amor. Se somos ingratos com os inúmeros presentes que ele nos dá todos os dias, ele não fica com raiva. De forma alguma! Continua nos amando imensamente.

Você já parou pra pensar no tamanho da nossa ingratidão?

Inúmeras vezes eu já falei por aqui que a gratidão nos abre todas as portas de sucesso e prosperidade na vida.

A gratidão pode nos levar até a PLENITUDE, que é o desenvolvimento dos nossos maiores dons e talentos.

À medida que vou evoluindo no processo do autoconhecimento, mais vou me dando conta dos potenciais que tenho e que por muito tempo deixei adormecidos.

No meu caso, em particular, um desses dons inatos que não explorei devidamente por muito tempo foi o da COMUNICAÇÃO. Tenho facilidade para lidar com as pessoas e por muitos anos não conseguia ver isso em mim. Era um presente dado por Deus desde sempre, mas que eu não dava o devido valor. Era um presente que eu não usava entende?

Você que me lê! Certamente tem dons e potenciais que estão adormecidos e que foram dádivas do criador. Presentes que você ainda não aprendeu a usar porque nem sabe ainda que gosta deles!

Mas como fazer para desenvolver esses potenciais adormecidos Isaias? Não tem jeito! A resposta é a mesma de quase todos os meus textos: AUTOCONHECIMENTO.

Mergulhe dentro de você mesmo e descubra que a PLENITUDE está e sempre estará dentro de você, e as glórias de Deus irão se manifestar através de você a partir do momento que aprender a utilizar a grande sabedoria dos mestres da humanidade.

Jesus Cristo resumiu tudo que precisamos aprender em poucas palavras: “Amai a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo…”.

Desenvolva o seu amor! Adentre a espiritualidade cada vez mais, daí você pouco a pouco perceberá que seus maiores dons passarão a ser desenvolvidos e explorados.

Nessa hora, com essa vida plena, você estará manifestando essas glórias que sabiamente nos fala Santo Irineu e usará com mais sabedoria os inúmeros presentes dados por Deus a você…

Paz e luz

Recomendado para você