Artesanato da Mente

Leitura comentada de “A arte da prudência”

Há algumas semanas eu já vinha matutando de iniciar no meu canal do youtube um novo projeto trazendo uma leitura comentada da belíssima obra “A arte da prudência” de Baltasar Gracian. Um livro que traz 300 aforismos repletos de ensinamentos e sabedorias.

Venho através desse breve texto convidar a todos vocês para essa bela jornada de 75 vídeos no qual veremos essa obra do começo ao fim com grandes aprofundamentos!

Estou super feliz e empolgado com mais esse novo projeto e tenho certeza que essas reflexões vão ajudar muita gente!

Nesse 1º vídeo falei sobre a transformação do conhecimento em sabedoria e outros temas como a busca pela perfeição e sobre desenvolvermos nosso caráter! Em cada novo vídeo veremos 4 aforismos contextualizando com a nossa época, com a pandemia e com outras áreas do conhecimento! Será simplesmente espetacular!

Abaixo está o link do primeiro vídeo no qual vimos dos aforismos 01 ao 04. Aproveito também para compartilhar esses aforismos já aqui pra você ter noção da profundidade e beleza desses ensinamentos!

******

  1. Tudo alcança a perfeição, e tornar-se uma verdadeira pessoa constitui a maior perfeição de todas.

Fazer um sábio no presente exige mais do que se exigiu para fazer sete no passado. E atualmente é preciso mais habilidade para se lidar com um só homem do que antigamente com todo um povo.

  1. Caráter e Inteligência

São os pólos que fazem luzir os predicados. Um sem a outra é apenas meia felicidade. Não basta ser inteligente; é preciso também ter o caráter apropriado. O tolo fracassa por desconsiderar sua condição, posição, origem, amizades.

  1. Manter o suspense

O êxito inesperado ganha admiração. O que é obvio não é nem inútil, nem de bom gosto. Não se declarar de imediato atiça a curiosidade, em especial se a posição é importante o bastante para causar expectativas. O ministério, por sua característica arcana, provoca a veneração. Mesmo ao se revelar, evita a franqueza total e não permite que todos venham a franquear o seu íntimo. É no silencio cauteloso que a sensatez se refugia. As decisões, uma vez declaradas, nunca granjeiam estima e expõem à censura. Se desacertadas, estará duplamente desgraçado. Se quiser atenção e desvelo, imite a divindade.

  1. Conhecimento e coragem se alternam na grandeza

Sendo imortais, imortalizam. Você é um tanto quanto sabe, e se for sábio é capaz de tudo. Homem sem saber, mundo às escuras. Discernimento e força; olhos e mãos. Sem valor, a sabedoria é estéril.

 

 

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *