Artesanato da Mente

Nada resiste ao campo da canção

276 2

Desde garotinho eu recebia um conselho maravilhoso dos meus pais e das pessoas queridas que faziam parte da minha vida: “Junte-se às pessoas boas e serás tão boa quanto elas”.

E continuo seguindo esse conselho. Muito do que sou hoje, devo à essas pessoas boas que fiz questão de me aproximar, porque elas me ajudam a ser melhor a cada dia.

Uma dessas pessoas, que tive o prazer de conhecer em 2016 num pequeno retiro promovido pelo CEBB (Centro de Estudos Budistas Bodisatva) em Fortaleza, foi o querido João Vale Neto.

Estava lendo uma pequena poesia que ele escreveu essa semana e me tocou o coração. Farei uma breve reflexão a partir dela. Confira!

******

Quando ondas de energia ruim
vierem

vou continuar cantando
porque 
nada resiste ao
o campo da canção

Se arrancarem o corpo
ainda serei canção

Se calarem a voz
cantarei por dentro

Nos ossos

Se me tirarem os ossos
cantarei no espaço

Se calarem os outros
cantarei-os em mim

como sopro íntimo

Como já recebemos as canções dos outros
sábios e sábios, loucos e loucas,

sei
sei de cor
de coração

que
sobreviveremos nas canções

instigando a fé no amor

Renasceremos sempre!

João Vale Neto

******

A motivação para escrever esse texto foi ainda maior ao ver estampada não só no Brasil e no mundo todo, mas também na minha própria fanpage no facebook, o ódio e a intolerância de muita gente.

Fiz um pequeno texto comentando sobre o exílio do deputado Jean Wyllys na Europa, como forma de proteção contra as inúmeras ameaças de morte que ele vem sofrendo desde 2018 e a gravidade desse acontecimento.

Recebi uma enxurrada de comentários agressivos e depreciativos, mas ao contrário do que talvez os leitores pensassem isso não me abalou, muito pelo contrário. Tais palavras contribuíram para eu escrever esse texto que você está lendo agora.

Até já comentei em outro texto que realmente gosto de cantar. Pensei até em ser cantor na minha adolescência! kkkk

Mas sei que minha missão nesse planeta é outra. Minha missão é ajudar o máximo de pessoas no processo do autoconhecimento, da superação dos limites pessoais e do aprofundamento na espiritualidade.

O João com essa poesia, não está falando simplesmente da canção como música. Ele está falando da canção que é a vida.

Você certamente já ouviu aquele conhecido ditado que diz “Quem canta seus males espanta” não é mesmo? É bem verdade! Ao entoar essa canção da vida nós nos conectamos ao nosso coração e conseguimos força para ir seguindo os dias!

O Brasil está passando por um novo momento que não temos a menor ideia ainda de como estaremos como nação mais pra frente! Estou observando tudo e seguindo firme, renascendo todos os dias, como ele diz no final desta linda poesia.

A intolerância, preconceitos, homofobia e outras posturas negativas vêm assolando nosso país, e somente buscando dentro de si essa canção é possível seguir em frente.

Nada resiste ao campo da canção! Convido você a junto comigo também seguir no campo da canção, pois ela vai nos fortalecer, instigando a fé no amor, para renascermos sempre, dia após dia!

Para concluir, como falei sobre canções. Compartilho uma linda música que pouquíssimas pessoas conhecem e fala sobre o dia se tornar iluminado a partir da música.

“Menina bela sorriu pra mim, meu dia inteiro se iluminou. Vou ser cantor, como o vento me ensinou…” – Matu Miranda

 

Recomendado para você