Blog do Leão

Fortaleza 2×1 Horizonte – Passa a régua

154 22
Marcelinho mais uma vez jogou bem e marcou de pênalti. Foto: O Povo Online

Marcelinho Paraíba mais uma vez jogou bem e marcou de pênalti. Foto: O Povo Online

Caros tricolores, missão cumprida. A primeira fase chegou ao seu final, e o Fortaleza invicto, classificado em primeiro, com vaga na Copa do Brasil 2015 e dois pontos extras na segunda fase do torneio.
O jogo deste domingo contra o Horizonte, único adversário que Leão ainda não tinha vencido na competição, foi um aperitivo do que virá no restante da competição. Foi um jogo duro e com uma vontade acima da média do rival, o que já era esperado. Sem poder contar com os atacantes Waldison e Robert, os meias Evandro e Danilo Rios, e ainda não poder usar o atacante Romarinho de início por causa de dores musculares, Chamusca improvisou o lateral Fernandinho de meia-atacante. E mesmo assim o jogo fluiu de forma considerável.
Não sei se vocês notaram, mas é interessante como o Marcelinho Paraíba joga melhor nesses jogos mais disputados, isso é bom sinal. Pelo menos nos dá a expectativa de um crescimento constante do seu futebol, já que agora a dificultade tende a aumentar. Tomara!
Outro teste de fogo será para nosso setor defensivo, principalmente os goleiros que ainda não conquistaram a confiança do torcedor, além do problema da excessiva quantidade de cartões recebidos, sobretudo para o volante Guto.
Quarta-feira que vem a bola já rola de novo. O Leão, líder da segunda fase, receberá o Guarani de Juazeiro no PV.
Passa a régua!

Fortaleza 2 x 1 Horizonte

Local: Estádio Presidente Vargas

Data: 23/02/2014

Árbitro: Juceando Souza

Gols: FOR- Edinho (aos 8 minutos do primeiro tempo) e Marcelinho Paraíba (aos 28 minutos do segundo tempo); HOR- Jajá (aos 47 minutos do segundo tempo)

Cartões amarelos: FOR- Guto, Fernandinho e Marcelinho Paraíba, HOR- Jajá, Fabinho, Alex e Erandir

Cartões vermelhos: FOR-Alan e Guto; HOR- Fabinho

Fortaleza: Ricardo (Luiz Henrique); Tiago Cametá, Alan, Adalberto e Radar (Romarinho); Guto, Walfrido, Edinho, Marcelinho Paraíba e Fernandinho; Diego Neves (Max Oliveira). Técnico: Marcelo Chamusca

Horizonte: Alex; Diego Maradona, Júnior Alves, Ramon e Fabinho; Albano, Erandir, Fernando Sobral e Jajá (Moisés Lucas); Marciel (Maxwell)e André Cassaco. Técnico: Roberto Carlos