Blog do Leão

Fortaleza 0x0 Paysandu – (Não) Vale a pena ver de novo

66 36

fortaleza0x0paysandu

Leão não conseguiu furar forte retranca do Paysandu. Foto: site oficial

 

Filme repetido, novela repetida e as mesmas lamentações. Outro empate em casa, de novo com 70% de posse de bola, de novo sem o adversário entrar na nossa área e de novo sem competência pra furar retranca. Tá mais batido que a Lagoa Azul na Sessão da Tarde. Uma verdadeira sessão “Vale a pena ver de novo”, mas na verdade sem valer.
Nós até que temos peças de reposição para zaga, lateral e volantes. Quando um sai nas citadas posições, na maioria das vezes, perde até a condição de titular para o que entra.
Mas nosso sistema ofensivo… eu só digo duas coisas: êi ê!
As dificuldades para contratação nesta altura do campeonato são aceitáveis, é verdade. Difícil encontrar bons valores disponíveis no mercado, porém tal esforço pode fazer a diferença a nosso favor no final.
O vaiado pontinho nos mantém a 4 pontos do segundo colocado e a 8 do quinto. A matemática, diferente da bola na rede, está a nosso favor nesta reta final. Devido ao confronto direto entre os times que estão entre o segundo o quinto lugar, acho até que já estamos garantidos.
Às vezes me pergunto: será que é melhor entrar no mata-mata atropelando todo mundo na primeira fase ou é melhor entrar desacreditado com o torcedor achando que o time tá caindo aos pedaços?
Sinceramente? acho melhor é entrar e pronto. Lá será outro campeonato de 180 minutos. Zera tudo! o que foi feito de bom e de ruim cai no esquecimento. Muitos vezes os que vão bem se dão mal e os que vão mal se dão bem.
O negócio é corrigir, corrigir e corrigir. Dá tempo!

Simbora!

 

Local: Arena Castelão
Data: 14/9/2014
Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)
Assistentes: Marcos Welb Rocha e José Raimundo Dias da Hora (BA)
Cartões amarelos: Genilson (F), Corrêa (F), Djalma (P)
Cartões vermelhos: Guto (F), Augusto Recife (P)

Público pagante: 21.545
Renda: R$ 408.857,00

Fortaleza
Ricardo; Tiago Cametá, Adalberto, Genilson e Fernandinho (Radar) ; Érick Flores (Edinho), Guto, Correa e Marcelinho Paraíba; Robert e Waldison (Zulu)
Técnico: Marcelo Chamusca

Paysandu
Paulo Rafael; Yago Pikachu, Charles, Fernando Lombardi e Augusto Recife; Fábio Alves, Ricardo Capanema, Zé Antônio e Bruno Veiga (Rômulo); Djalma (Lenine) e Airton (Jéfferson Maranhense)
Técnico: Mazola Júnior