Blog do Leão

Cuiabá 2×0 Fortaleza – Medalha de lata

370 50

 

Leão volta a jogar mal e é derrotado pela 1a vez pelo Cuiabá

Leão volta a jogar mal e é derrotado pela 1a vez pelo Cuiabá

Caros tricolores, O Leão foi ao Pantanal e em plena período olímpico incorporou o espírito do basquete brasileiro.

Ainda sem contar com os contundidos Everton, Juninho, Rosinei, Lima e Berna, o time do professor Marquinhos Santos perdeu temporariamente o lugar mais alto do podium na classificação do grupo A. Assim, a inteligência tática estilo Bernardinho não foi suficiente para conter os donos da casa que em dois pênaltis infantis, cometidos por Correa e Felipe, construiu o placar de 2×0.

A intenção era ganhar os três pontos para deixar os adversários bem pra trás, como um Phelps ou um Bolt, porém a expulsão de Rodrigo Andrade quando o time começava a melhorar a qualidade das investidas foi um balde de água fria. Ali foi o refugo do cavalo na hora do salto.

Enfim, questionamentos que me consumiam os miolos durante o jogo das meninas do vôlei no fim da noite de domingo: será que dá liga mesmo jogar com Rodrigo Andrade e Sobralense? a falta que Everton faz poderia ser superada num jogo decisivo da terceirona? como? e a vontade de jogar, por que só em alguns jogos?

Tem tempo ainda, passamos da metade da maratona e no final de tudo nem precisamos da medalha de ouro, basta ser prata ou bronze. Só não pode ser de lata novamente.

Simbora, Leão!

 

Cuiabá 2×0 Fortaleza

Árbitro: Diego Pombo Lopez (BA)
Assistentes: Jucimar dos Santos Dias (BA) e Paulo de Tarso Bregalda Gussen (BA)
Gol: Tiago Amaral aos 39min/1ºT e aos 9min/2ºT (Cuiabá)
Cartões Amarelos: Rubinho (Cuiabá); Felipe, Wilian Simões, Juliano, Corrêa e Rodrigo Andrade (Fortaleza)
Cartão Vermelho: Rodrigo Andrade (Fortaleza)

Cuiabá: Henal; Dedé, Douglas, Diogo e Julinho; Carlão, Natan, Léo Salino (Robston) e Geovani (Rubinho); Tiago Amaral (Uéderson) e Juba. Técnico: Roberto Fonseca.

Fortaleza: Erivelton; Felipe (Railan), Edimar, Elivelton e Wilian Simões; Juliano, Corrêa, Pio (João Paulo), Daniel Sobralense (Leozinho) e Rodrigo Andrade; Anselmo. Técnico: Marquinhos Santos.