Cinema às 8

Drops de Documentários na Netflix #1

Mostrando que muitas vezes a realidade consegue ser mais surpreendente que qualquer ficção, o Cinema Às 8 selecionou cinco documentários imperdíveis e, o melhor de tudo, disponíveis na Netflix. Confira a seleção. 

Tickled (EUA, 2016) – De David Farrier e Dylan Reeve

A lista começa com o, possivelmente, mais estranho dos documentários. Contando a história de um repórter que descobre um site especializado em colocar homens jovens sarados sentindo cócegas em um tipo de competição, a investigação acaba por mostrar um esquema multicontinental. Em meio a ameaças e reviravoltas, a produção vai do engraçado ao chocante. Cotação – 7/8

Hot Girls Wanted (EUA, 2015) – De Jill Bauer e Ronna Gradus

Abordando o mundo do pornô amador, as meninas retratadas no filme possuem um perfil semelhante: jovens, bonitas, com dívidas a pagar e com o objetivo de ficar na indústria por apenas dois anos. A perversão dos vídeos e os maus tratamentos recebidos mostram que, entretanto, serão dois anos que poucas conseguirão alcançar. Cotação – 5/8

Life Itself – A Vida de Roger Ebert (EUA, 2014) – De Steve James

Considerado um dos maiores críticos de cinema da história, Roger Ebert, morto em 2013 vítima de câncer, tem sua vida retratada neste documentário emocionante. Abordando toda a carreira do escritor, o longa é um retrato competente do amor de Ebert pelo Cinema e em sua grande contribuição para uma visão diferenciada acerca da sétima arte. Cotação – 6/8

The Act of Killing  (Indonésia, 2012) – De Joshua Oppenheimer

A resistência do movimento comunista indonésio foi massacrada nos idos da década de 1960. Como fruto disso, um governo militar e corrupto ascendeu ao poder, onde permanece até hoje. Com depoimentos aterrorizantes dos responsáveis pelas execuções dos presos, o filme mostra um lado infeliz da humanidade, com os executores sendo considerados heróis da nação. Sua continuação, “The Look of Silence”, também está disponível na Netflix e é tão impactante quanto o primeiro filme. Contação – 8/8

Amy (EUA, 2015) – De Asif Kapadia

Ícone do jazz e uma das maiores vozes da história recente, a curta vida de Amy Winehouse é retratada neste documentário que mostra desde os primeiros passos na carreira de cantora, até o vício em drogas, o namoro decadente com Blake e a overdose que viria a matá-la. Com diversos trechos de suas canções em momentos-chave do filme, o longa é experiência obrigatória para fãs da britânica. Cotação – 7/8

Recomendado para você