Clube da Luta

Garimpando o melhor do UFC Barueri

Lyoto venceu com um nocaute espetacular | Crédito: Divulgação Wander Roberto - Inovafoto - UFC

Lyoto venceu com um nocaute espetacular | Crédito: Divulgação Wander Roberto – Inovafoto – UFC

Lyoto Machida e Renan Barão fizeram o dever de casa e se recuperaram das derrotas sofridas em disputas de cinturão. O UFC Barueri, realizado nesse sábado (20), fecha o calendário da organização em 2014. Com 12 lutas, cinco nocautes, quatros finalizações e apenas três decisões, o evento no interior paulista foi o melhor Fight Night deste ano, no Brasil. Saiba o que de melhor ocorreu no card em solo brasileiro.

+ Vitórias recolocam Lyoto Machida e Renan Barão na rota para o cinturão do UFC

+ Palpites do MMA – UFC Barueri: Machida x Dollaway

Na batalha principal, Lyoto Machida não deu chance para o americano e nocauteou CB Dollaway com apenas 1m02s de luta. O Dragão mostra que está mais vivo do que nunca na movimentada categoria dos médios e, com o nocaute, volta ao caminho do cinturão.

Lyoto Machida Body Kicks and Destroys CB Dollaway UFC Fight Night 58 Barueri

Apesar de não ter empolgado tanto, Renan Barão retornou ao cage do UFC de forma positiva. O ex-campeão travou um duro duelo contra o subestimado Mitch Gagnon na trocação, mas no terceiro round, o brasileiro derrubou e encaixou um katagatame – especialidade da Nova União – para liquidar. Depois do embate, ainda mandou um recadinho para TJ Dillashaw: “Dillashaw, tenho dois presentes para você: minha mão direita e minha mão esquerda. Vou calar a sua boca, porque está falando muita besteira”.

Renan Barao Arm Triangle Chokes Mitch Gagnon UFC Fight Night 58 Barueri

Vale destacar a participação de duas feras que podem trazer bons resultados para o Brasil: um veterano e um novato. O experiente Vitor Miranda, que perdeu a final do TUF Brasil 3 para ‘Cara de Sapato’, desceu de categoria e estreou nos médios pelo UFC. Após sofrer no chão, com as investidas do adversário, Jake Collier, o ‘Lex Luthor’ brasileiro desligou o americano com um chutaço. Na sequencia, o carequinha emendou alguns socos para liquidar a fatura.

Vitor Miranda Head Kicks and Finishes Jake Collier UFC Fight Night 58 Barueri

Renanto Moicano estreou com pé direito na franquia. Ele substituiu o cearense Rony Jason e impressionou por sua performance dominante. Renatão castigou Tom Niinimaki e o finalizou no segundo round.

Erick Silva voltou a vencer. O capixaba enfrentou Mike Rhodes e conseguiu uma finalização com 1m15s de luta. O russo Rashid Magomedov cravou a primeira derrota de Elias Silvério. Depois de manter o ritmo nos dois primeiros rounds, Magomedov alcançou o nocaute no finzinho do terceiro round.

Erick Silva Chokes Out Mike Rhodes via Arm Triangle Choke UFC Fight Night 58 Barueri

Me surpreendi no duelo entre Antônio ‘Cara de Sapato’ e Patrick Cummins. Havia apostado minhas fichas no brasileiro, mas dentro do cage, o americano dominou o atleta da Nova União.

Completando os destaques do card em Barueri, Marcos Pezão e Leandro Issa também abrilhantaram o último evento do UFC no ano. Pezão mostrou mais uma vez o poder de sua mão e nocauteou Igor Pokrajac. Já ‘Brodinho’ dominou o japonês Ulka Sasaki e o finalizou no segundo round.

Marcos Rogerio de Lima Stops Igor Pokrajac UFC Fight Night 58 Barueri

RESULTADOS DO UFC BARUERI
Card principal
Peso médio: Lyoto Machida venceu CB Dollaway por nocaute no 1º round
Peso galo: Renan Barão venceu Mitch Gagnon
Peso meio-pesado: Patrick Cummins venceu Antônio Cara de Sapato por decisão unânime
Peso leve: Rashid Magomedov venceu Elias Silvério por nocaute técnico no 3º round
Peso meio-médio: Erik Silva venceu Mike Rhodes por finalização no 1º round
Peso médio: Daniel Sarafian venceu Antonio dos Santos por nocaute técnico (interrupção) no 2º round

Card preliminar
Peso meio-pesado: Marcos Pezão venceu Igor Pokrajac por nocaute no 1º round
Peso pena: Renato Moicano venceu Tom Niinimaki por finalização no 2º round
Peso pena: Hacran Dias  venceu Darren Elkins por decisão unânime
Peso galo: Leandro Issa venceu Ulka Sasaki por finalização no 2º round
Peso meio-médio: Tim Means venceu Marcio Lyoto por decisão unânime
Peso médio: Vitor Miranda venceu Jake Collier por nocaute no 1º round

Recomendado para você