Clube da Luta

Ex-dançarino, Thiago Pitbull quer testar resistência de Condit: ‘quero ver se ele aguenta porrada’

Pitbull venceu por decisão unânime sua última luta, em abril de 2014. Foto: UFC/Divulgação

Pitbull venceu por decisão unânime sua última luta, em abril de 2014. Foto: UFC/Divulgação

O cearense Thiago Alves, o ‘Pitbull’, está próximo de encaixar uma sequência de três vitórias consecutivas no UFC, desde que retornou aos octógonos após ficar mais de dois parado por causa de lesões seguidas. O ex-dançarino de forró encara o top 4 dos meio-médios, Carlos Condit, na luta principal do Ultimate em Goiânia, neste sábado, 30.

Antes de ingressas profissionalmente no mundo das lutas, Thiago teve uma rotina bem diferente dos treinos nos tatames. O cearense radicado nos Estados Unidos chegou a dar aula de forró e ser integrante de um grupo de dança. “Aos 15 anos, comecei a dançar. Passei a dar aula de forró e trabalhava em um grupo, o ‘Ritmos Nordestinos’. A gente fazia apresentação uma vez por semana, em shoppings ou em alguma festa em época de eleição”, comentou o lutador em entrevista ao UFC.

Aos 19 anos, já integrado no MMA, Thiago arrumou as malas e foi morar nos Estados Unidos, onde deu sequência a carreira de lutador, conquistou vitórias importantes e teve a chance de disputar o cinturão do UFC, contra o campeão na época, Georges St. Pierre. “Passei por muita dificuldade, não falava inglês. Nunca tinha ficado uma semana longe da minha família, mas estava determinado a ser um dos melhores lutadores do mundo e campeão”, disse ele.

Infelizmente, o cearense foi derrotado por GSP por decisão unânime, em 2009, na edição de número 100 do UFC. Em nova fase, Pitbull acumula duas vitórias seguidas e pode conquistar a maior vitória desde que voltou de lesão.

“Vai ser uma luta interessante, um atleta que aguenta porrada. Mas, eu quero ver se ele aguenta porrada quando estiver batendo nele. A envergadura dele não vai ser problema, estou acostumado a treinar com caras mais altos do que eu. Se você sabe encurtar distância, é difícil para lutador mais alto lutar com cara pressionando ele. Geralmente, atletas mais altos, não são tão atléticos”, contou.

Se vencer Condit, o Pitbull da American Top Team, atual número 12 do ranking da divisão até 77 kg, dá um passo importante na caminhada dele em busca do cinturão.

Para chegar aqui, eu passei por muita dificuldade. Não falava inglês. Nunca tinha fica um semana longe da minha família, mas eu estava determinado a ser um dos melhores lutadores do mundo, campeão, e o suporte da American Top Team. “Fui o único brasileiro a lutar pelo cinturão. Vou ser o primeiro brasileiro dessa categoria a ser campeão”, afirmou.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=wHTMP_Sgy5g[/youtube]

Card do UFC Goiânia
Sábado, dia 30 de maio, na Arena Goiânia

Carlos Condit x Thiago “Pitbull” Alves
Charles do Bronx x Nik Lentz
KJ Noons x Alex Cowboy
Francimar Bodão x Ryan Jimmo
Wendell Negão x Darren Till
Francisco Massaranduba x Norman Parke

Card preliminar
Rony Jason x Damon Jackson
Jussier Formiga x Wilson Reis
Elizeu Capoeira x Nicolas Dalby
Mirsad Bektic x Lucas Mineiro
Juliana Lima x Ericka Almeida
Luiz Besouro x Tom Breese

Recomendado para você