Discografia

PontoCE estreia hoje no entorno do Dragão do Mar

A banda Marieta é uma das atrações do PontoCE

A banda Marieta é uma das atrações do PontoCE

Por Paulo renato Abreu (paulorenatoabreu@opovo.com.br)

Em uma década de histórias e sons, o palco do Ponto.CE já recebeu do punk do Bad Religion ao manguebeat do Nação Zumbi. Pelo evento, passaram também a companhia de dança Edisca e a produtora audiovisual Alumbramento, assim como outros tantos artistas de diferentes linguagens artísticas. Hoje a comemoração pelos 10 anos recomeça em noite que terá nove bandas em três palcos espalhados pela Praia de Iracema. A festa segue amanhã e no próximo fim de semana com apresentações no Anfiteatro do Dragão do Mar, no Let´s Go Bar e no Berlinda Club.

A grande atração desta sexta-feira é a banda Supercombo, com destaque também para o rock potiguar da banda Plutão Já Foi Planeta. Amanhã é a vez da banda Braza e do Far From Alaska. A festa continua na sexta-feira, 11, com Tulipa Ruiz, e no sábado, 12, com Silva. Entre as atrações cearenses, nomes como Caio Castelo, Berg Menezes, Verona, Camila Marieta, Subcelebs, entre outras bandas. Em abril deste ano, as comemorações dos 10 anos foram abertas com atrações como Soufly, André Matos e Pato Fu.

“Iniciativas como o Ponto.CE são importantíssimas para que o Ceará olhe para dentro, e consuma os próprios artistas”, celebra João Lúcio, músico da banda Verona, que este ano se apresenta pela primeira vez no festival. A banda, que está no cenário cearense desde 2008, toca no Berlinda Club gratuitamente na próxima sexta. “Com o tempo, o evento foi se consolidando, amadurecendo junto com a cena artística. A prova da sua força está na sua longevidade”, destaca. Para Lúcio, a música autoral cearense cresceu junto com o Ponto.CE. “A cena também está bem mais organizada e proativa. Movimentos como o Musicoletiva estão, por conta própria, criando uma movimentação ocupando a cidade com seu trabalho”, pontua, referindo-se a coletivo que reúne mais de 10 bandas locais.

Para Maurilio Fernandes, diretor do Ponto.CE e músico da banda Rocca (que se apresenta hoje), o festival ganha ao unir bandas consagradas com quem está começando. “Nós entendemos que o evento é muito importante não só pra Fortaleza, mas para o País porque ele valoriza as artes integradas e a música independente brasileira. O festival serve como uma vitrine para mostrar ao público grandes revelações de artistas de todos os segmentos. Nós temos grandes artistas, mas somos carentes de grandes espaços, grandes vitrines”, aponta

Já Rafael Bandeira, também diretor, completa: “Ao longo desses 10 anos, nós trouxemos bandas de praticamente todo os estados. Já tivemos também bandas de outros países como Chile, Austrália, Noruega, EUA. E esse trabalho é contínuo, não é algo específico do período do festival”, pontua, destacando “braços” do evento, como o Noites Ponto.CE, que acontecem ao logo de todo o ano.

Serviço:
Ponto.CE
Quando: Hoje, amanhã e dias 11 e 12 de novembro, sempre a partir das 18 horas
Quanto: Ingressos de R$ 20 a R$ 82 (combo). As atrações do Berlinda Club são gratuitas
Telefone: 98559 6319

Programação:
Hoje, 4 de novembro
Berlinda Club – Mugshot, Subcelebs e Hazamat
Anfiteatro do Dragão – Supercombo, Rocca e Caike Falcão
Let´s Go Bar – Plutão Já Foi Planeta, Boys Bad News e Minerva

Amanhã, 5 de novembro
Berlinda Club – LILT e Vulgo Garbus
Anfiteatro do Dragão – Braza, The Baggios e Soulvenir
Let´s Go Bar – Far From Alaska e Backdrop Falls

Dia 11
Berlinda Club – Sulamericana e Verona
Anfiteatro do Dragão – Tulipa Ruiz e Camila Marieta
Let´s Go Bar – Estramonio e Cid

Dia 12
Berlinda Club – Canil e Mad Monkees
Anfietatro do Dragão – SILVA e Caio Castelo
Let´s Go Bar – Berg Menezes e Swan Vestas