Educação

Educação integral pública

Considerada uma das principais bandeiras para a melhoria do ensino público, a educação integral passou a contar com financiamento especial do governo e, com isso, foi adotada por mais redes municipais e estaduais de todo o País.

De 2008 a 2010, o número de escolas que aderiram ao Programa Mais Educação, do governo federal, foi de 1.378 para 10.050 – um crescimento de 630% – abrangendo 3 milhões de alunos.

Com a criação do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), em 2006, as escolas públicas com mais de sete horas de aula, dentro do Mais Educação ou integrantes das políticas de estados e municípios, passaram a receber mais verba.

O aumento de recursos é de 25% para o ensino fundamental e 30% para o ensino médio.

Em 2009, pesquisa realizada com apoio do Ministério da Educação em 2.112 municípios mostrou que 500 (23,7%) já trabalham com a jornada ampliada.

Que mais e melhores investimentos cheguem às escolas. Somente assim, com capacitação continuada para educadores, escolas fisicamente adequadas as condições de cada região e um currículo aliado a vida prática do educando é que teremos uma educação de qualidade.

Fonte:O Estado de S. Paulo (SP)

Recomendado para você