Educação

Trabalho infantil em queda no Brasil

608 1

De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), o trabalho infantil continua em queda no País. O levantamento mostrou que, em 2009, 4,3 milhões de trabalhadores tinham entre 5 e 17 anos de idade, enquanto esse número chegava a 5,3 milhões em 2004.

Os empreendimentos familiares, principalmente agrícolas, foram os que concentraram a maior parte das pessoas ocupadas com idade entre 5 e 13 anos. Quase 71% desse contingente não recebiam remuneração, ou se enquadravam como trabalhadores para o próprio consumo ou na construção para próprio uso.

Essa realidade vem sendo enfrentada e debatida por diversos movimentos sociais, governos e organismos internacionais. Uma das articulações integradas no Brasil é o Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti).

Para a coordenadora da Secretaria Nacional de Assistência Social do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Maura Luciane Souza, esse trabalho em conjunto é mais uma atividade que visa dar continuidade às articulações com os setores que trabalham no enfrentamento ao trabalho infantil. A idéia é inserir as crianças vítimas deste tipo de exploração no Peti e promover o acompanhamento de suas famílias.

Mudar essa triste realidade é hoje, um dos maiores desafios do Brasil. E não depende somente do governo, depende de toda à sociedade ajudar nessa mudança de mentalidade. Investir na educação, na saúde e cumprir com os direitos das crianças e adolescentes deveria ser a meta brasileira mais urgente!

Fonte: Jornal de Brasília (DF)