Futebol do Povo

Ferroviário elimina Fortaleza e fará final do estadual. Precisamos falar sobre Túlio

896 60
Túlio Oliveira Magalhães. A explosão de alegria da torcida e do elenco do Ferroviário depois da classificação para a final do Campeonato Cearense tem relação direta com o jogador de 22 anos, revelado na base do clube.  Além de um desempenho impecável na competição, um lance aos 20 minutos do segundo tempo na Arena Castelão, ontem, no empate sem gols diante do Fortaleza, já entrou para a história, dele e do Tubarão da Barra.
O Ferroviário tinha acabado de ter Moisés expulso por falta violenta em Leandro Lima quando Everton invadiu a área após grande jogada pelo lado esquerdo do campo. Antevendo as possibilidades numa mistura de talento e premonição, Túlio se colocou em cima da linha do gol – já com o arqueiro Mauro completamente batido no lance – e depois da finalização do adversário, esticou a perna esquerda para salvar o tento do Fortaleza. Foi um gol. Não, foi um golaço, mesmo que não tenha balançado as redes.
Nascido em um 3 de março, Tulio, que saiu carregado pelos companheiros após o apito do árbitro César Magalhães, já despertou interesse do Vitória e assim teve seu contrato renovado com o Ferroviário até novembro de 2019. O clube, que agora renasce para disputar uma final estadual, algo que não ocorre desde 1998, sabe o tamanho do que significa esse momento. Sabe como foi difícil começar 2017 numa luta inglória contra o mais profundo descrédito. Ainda assim, ao lado de uma torcida fiel, construiu nesta temporada uma história incrível e que ganhou ainda mais brilho sob a égide de Túlio, nome que significa “aquele que se eleva”, derivado do latim. E ele mesmo se elevou, ao ser o protetor que o Ferroviário precisava.

Recomendado para você