GIRO LUSÓFONO

Inscrições abertas para 6ª Olimpíada de Língua Portuguesa

As escolas dos alunos vencedores receberão acervo para a biblioteca. (Foto: Freepik)

Estão abertas até 30 de abril, as inscrições para a 6ª Olimpíada de Língua Portuguesa, exclusivamente pela internet. A avaliação dos textos está marcada para acontecer entre os dias 12 e 19 de agosto pela comissão escolar da competição. As etapas municipais e estaduais selecionarão 569 estudantes e 443 professores na semifinal. Na sequência, serão apresentados os finalistas da fase regional e, por fim, a lista de finalistas.

Segundo a organização, estão sendo realizadas oficinas de produção de texto com estudantes do 5º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio. As produções devem ter a temática voltada para “O lugar onde vivo”.

Nesta edição, houve a adição de uma nova categoria: Documentário, voltada para estudantes do 2º e 3º ano do Ensino Médio. Seguem como nos anos anteriores as categorias Artigo de Opinião (3º ano do Ensino Médio); Poema (5º ano do Ensino Fundamental); Memórias Literárias (6º e 7º ano do Ensino Fundamental); e Crônica (8º e 9º ano do Ensino Fundamental).

Professores de todo o País podem participar inscrevendo seus relatos de prática das oficinas de produção textual com os alunos. Os docentes vencedores serão contemplados com uma imersão pedagógica internacional com viagem cultural e viagem cultural pelo Brasil aos alunos. As escolas dos alunos vencedores receberão acervo para a biblioteca.

(Foto: Reprodução)

Em entrevista ao Diário da Amazônia, a superintendente do Itaú Social, Ângela Dannemann, contou que foi feito um grande movimento no ano passado para promover a oportunidade em prol do Ensino. “Um trabalho conjunto é firmado. A edição segue bienal sendo que, entre um ano e outro, há encontros com todos que fazem parte da ‘rede de ancoragem’ para fazer isso acontecer, principalmente, de professores e alunos sobre melhorias no processo como um todo”, afirmou.

A iniciativa da olimpíada é do Itaú Social e do Ministério da Educação, com a coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec), por meio do Programa Escrevendo o Futuro.

Recomendado para você