Política

Grupo do PT entrega carta cobrando posicionamento de Camilo a Gleisi Hoffmann

Guilherme Sampaio articula entrega da carta a Gleisi (Foto: Divulgação / CMFor)

Grupo de filiados do PT, entre eles o vereador Guilherme Sampaio e a deputada federal Luizianne Lins, entregou à presidente nacional do partido, senador Gleisi Hoffmann, carta aberta que pressiona o governador Camilo Santana a se manifestar claramente quanto ao seu posicionamento sobre as eleições indiretas e sua permanência no partido.

“As recentes declarações públicas do governador Camilo santana a respeito da admissão de eleições indiretas e, nessa hipótese, de sua simpatia com relação ao nome do senador Tasso Jereissati (PSDB), veiculadas na imprensa nos últimos dias, impõem ao Partido dos Trabalhadores um posicionamento público dirigido à sua militância”, diz o primeiro parágrafo da nota.

“Como militante do PT, o governador não tem prerrogativa de aplicar uma conduta oposta à do partido, ainda mais quando sequer submeteu suas posições e teses à discussão nas instâncias partidárias”, continua o texto.

Um dos principais articuladores da carta aberta, Guilherme explica que na última terça-feira, 20, houve uma reunião de militantes da sigla, que decidiram pela entrega dela a Gleisi, além da sugestão de que seu assunto seja pauta do primeiro encontro do diretório estadual, que toma posse nesta noite. A decisão do assunto que vai pautar o encontro é do presidente do PT no Ceará, De Assis Diniz.

“A Gleisi foi muito clara durante o Congresso Nacional do PT afirmando que estamos vivendo um golpe parlamentar e que é um momento que exige muita firmeza dos filiados do partido”, defende Guilherme.

“Nossa expectativa é que ela seja solidária a essa necessidade (de esclarecimento da posição do governador) e se o Camilo tem duvidas sobre qual é o lugar dele, que ele decida o rumo dele e tome esse rumo”. Carta aberta foi divulgada no último dia 1° e, até o momento, não teve resposta pública de Camilo.

 

Recomendado para você