Política

Eunício não tem impedimento em dividir palanque com Camilo, diz Gaudêncio

310 1
Gaudêncio nega aliança com Ciro, mas não descarta com Camilo (Foto: Divulgação)

Gaudêncio é braço-direito de Eunício no PMDB do Ceará (Divulgação)

Braço-direito de Eunício Oliveira (PMDB), o ex-vice-prefeito de Fortaleza, Gaudêncio Lucena (PMDB), disse nesta terça-feira, 24, que o senador admite não possuir “qualquer impedimento” em subir no mesmo palanque de Camilo Santana (PT) no Ceará.

“Acho pouco provável, não acredito, que o Eunício esteja no mesmo palanque com o Ciro [Gomes, pré-candidato à Presidência], mas com o Camilo o Eunício já tem dito que não tem nenhuma obsta [impedimento] contra ele, até porque eles têm se reunido, o Eunício tem sido um parceiro para o Estado”, disse Gaudêncio, em entrevista à Rádio O POVO/CBN.

“Pelo que a gente tem visto ao longo da vida política, é aquele velho chavão de que na política nada é impossível”, disse. O ex-vice afirma, no entanto, que a prioridade é manter aliança com o atual bloco de oposição no Estado, entre PMDB, PSDB, PR, PSD, PMB e Solidariedade.

“Primeiro vamos discutir com quem é nosso aliado, com quem faz parte da nossa coligação. Se não tiver acordo, uma composição, aí sim poderemos pensar em outra possibilidade”, disse. Ele destaca que a prioridade vale também para a eleição presidenciável, com Eunício votando em Lula (PT) apenas na ausência de outros acordos locais.

Camilo e Eunício

Motivo de insatisfação dentro do bloco de oposição, aproximação entre o governador e o presidente do Senado é visto como natural por Gaudêncio. “Diferente do deputado federal, que representa o eleitorado, o senador representa o Estado”, diz, destacando que Camilo e o prefeito Roberto Cláudio (PDT) que têm procurado Eunício.

Recomendado para você