Política

Eduardo Girão defende Lava Jato e diz que STF “precisa” de Moro

482 1

Eduardo Girão defendeu Moro em audiência na CCJ (Foto: Divulgação)

Em audiência com o ministro Sergio Moro (Justiça) na CCJ do Senado, o senador Eduardo Girão (Pode-CE) disse nesta quarta-feira, 19, que o Supremo Tribunal Federal (STF) “precisa” da indicação de um jurista como o ministro para a composição do pleno.

Em discurso na audiência com Moro, Girão fez vários elogios à Lava Jato e se disse “preocupado” com projeto em análise na Câmara dos Deputados que regulamenta o “abuso de autoridade” por autoridades públicas.

“A Lava Jato é um patrimônio do povo brasileiro, que só se fortalece com tudo o que etá acontecendo. Com você vindo aqui, com seu olho no olho para cada senador, eu acredito que ficou claro que tudo que foi feito até hoje foi mais do que certo”, disse.

A presença de Sergio Moro ocorre em meio a divulgação de conversas entre o ministro e procuradores da Lava Jato em Curitiba. Na última terça-feira, o The Intercept revelou que Moro criticou investigações envolvendo o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB).

Durante a audiência, Moro disse ter cumprido a lei enquanto juiz da Lava Jato e questionou veracidade das mensagens interceptadas. O ministro também reforçou ataques contra o vazamento das conversas, que classifica como “ato criminoso”.

Recomendado para você