Veia Esportiva

com recorde de Neymar, PSG vence Liverpool e respira na Champions

(Foto: Getty Images)

De pressionado na terceira colocação a próximo da classificação. O Paris Saint-Germain mudou significativamente sua situação no grupo C da Uefa Champions League ao vencer o confronto direto com o Liverpool por 2 a 1, nesta quarta-feira, 28, no Parque dos Príncipes, em Paris, pela quinta rodada.

Juan Bernat e Neymar marcaram para os donos da casa, e Milner, de pênalti, descontou. Com o gol, o camisa 10 do PSG foi a 31 gols na competição, deixando Kaká (30) para trás e se isolando como o brasileiro com mais tentos na história da Champions.

Com o resultado, o time parisiense vai a oito pontos e ultrapassa o Liverpool, que estaciona nas seis unidades. O líder é o Napoli, que bateu o Estrela Vermelha e foi a nove pontos. Os sérvios possuem quatro pontos e estão eliminados.

Na última rodada, que ocorrerá em 11 de dezembro (terça-feira), às 18h (de Brasília), o Liverpool fará uma final com o Napoli na Inglaterra. Já o PSG irá à Sérvia dependendo apenas de suas forças para avançar às oitavas de final.

Antes do compromisso pelo torneio continental, os dois times voltarão suas atenções para seus respectivos campeonatos nacionais. No domingo, o PSG visitará o Bordeaux no Stade Matmut-Atlantique, às 18h (de Brasília). No mesmo dia, o Liverpool receberá o rival Everton no Anfield, às 14h15, com transmissão da ESPN Brasil e WatchESPN.

O jogo – Os mandantes foram mais perigosos ao longo do primeiro tempo e finalizaram seis vezes, todas no alvo. Duas delas encontraram as redes. Aos 13min, Juan Bernat dominou na área após corte parcial da defesa adversária e mandou para o fundo da rede.

A vantagem seria ampliada aos 37min, quando Neymar e Mbappé armaram ótimo contra-ataque. O francês cruzou rasteiro, e Cavani parou no goleiro Alisson. No rebote, Neymar completou para o alvo.

Do outro lado, os ingleses só tinham concluído três vezes, todas fora do alvo, até conseguir um pênalti, quando Di María chegou atrasado e acertou carrinho em Mané. A princípio, o árbitro marcou escanteio, mas corrigiu a marcação. Milner converteu a cobrança aos 46min e devolveu os Reds ao jogo.

Na volta do intervalo, Marquinhos até foi à rede ao completar uma cobrança de falta na área, mas o gol foi corretamente anulado por impedimento do brasileiro. No restante da etapa final, as oportunidades foram raríssimas. Assim, o time da casa não teve muitos problemas para confirmar o triunfo.

 

ESPN

Recomendado para você