Ancoradouro

Rei Herodes não, presidente Lula

O massacre dos santos inocentes não é desconhecido mesmo dos menos religiosos. Relembremos o episódio. O estulto Herodes sabendo do nascimento de um menino que os profetas asseveraram ser o novo rei de Israel, o opulento tetrarca encheu-se de medo e por orgulho encabeçou uma perseguição ao recém nascido. Ordenou que todas as crianças até dois anos fossem executadas. E assim foi feito, isso há mais de dois mil anos.

No ano de 2009 o presidente brasileiro fez as vezes do antigo rei, culpado de sangue inocente. Em meio aos festejos de final de ano que dispersam os brasileiros, coisa que não é difícil, no dia 21 de dezembro lançou o 3º Programa Nacional de Direitos Humanos, um documento de 121 páginas que entre outras faz a seguinte recomendação:

* Modificação do Código Penal para garantir a “descriminalização do aborto”.

 Herodes se mantém vivo em atitudes como essa do presidente cujo filme assiti e me emocionei, mas não entorpeceu minha consciência que está bem atenta aos seus mandos, ou diria, desmandos? Permitir o assassinato de pessoas ainda em seu estágio inicial é uma violência ímpar. Legalizá-la só agrava o status do crime. Hediondo!

Mas não para por aí, o presidente fez um pacote completo e na surdina das festas de uma tacada só lançou no citado projeto:

* Criação de mecanismos para impedir a ostentação de símbolos religiosos — como o crucifixo ou a Bíblia — em estabelecimentos públicos.
* Inclusão no currículo escolar do ensino da “diversidade religiosa”, com destaque especial para as religiões afro-brasileiras como o candomblé.
* Criação de uma comissão para investigar os “crimes” cometidos durante a ditadura militar, transformando comunistas armados e mortos em “heróis” e transformando os militares em “criminosos”.
* Defesa de projeto de lei que regulariza o “casamento” de casais homossexuais.

Em que mesmo agride os direitos humanos  ter num estabelecimento a imagem da pessoa que é ícone do amor ao próximo? Ou então a ausência do livro que traz ensinamentos preciosos como, Não roubarás?

E por que destacar as religiões afro brasileiras? Desculpem-me, mas muitas destas ramificações afro brasileiras desvirtuaram-se e vemos recentemente o que está acontecendo. Será que não estaríamos promovendo uma religião que incentiva a feitura de ‘trabalhos’ contra o próximo?

Enquanto se procura enfraquecer a instituição do matrimônio favorecendo até o divórcio instântaneo e online porque o presidente se rende aos caprichos da minoria gay e favorece o ‘casamento’ de pares?

Durante o mandato o presidente coloca panos mornos em temas polêmicos, fica em cima do muro, mas às vésperas de  2010 quer agradar gregos e troianos. Por que será? Alguém ainda tem dúvidas? eu, não.

  Ah! se os católicos fossem unidos e fizessem valer sua fé. Que pena que alguns membros da igreja emprestaram seus microfones ao metalúrgico.

Recomendado para você

Nenhum comentário

  • vanessa disse:

    Boa noite,
    nao sou catolica sou evangelica,mas deixo aqui meu apaoio a vc,pois vi que servimos a um memsmo DEUS pois estamos firmados na palavra de DEUS,
    devemos refletir sobre tudo isso e realmente nos como cristãos tementes a DEUS nos unirmos e nao nos calar mos diante disso.
    DEUS os abençoe.

  • Izaac disse:

    os Católicos só sabem JULGAR os outros, cade que eles veem o erro deles que está escrito na própria biblia deles , sobre não idolatrar imagem de esculturas

    é muito bom o axé nas quermesses da igreja pra arrecadar dinheiro, com as meninas com shortinho bem curtinho, bebidas alcoolicas a solta e o dinheiro disso pra igreja católica

    claro que convém que a palavra de Deus seja usada conforme convém a eles, afinal não são eles que nasceram homossexuais mesmo

  • Diniz Lima disse:

    A Igreja Católica também é Herodes quando proibe o uso da camisinha. Milhões de inocentes morrem todos os anos, vítimas das DST. A Igreja Católica já foi Nero ao incendiar na fogueira inocentes que dela discordavam na Inquisição. A Igreja Católica já foi Hitler ao torturar e matar judeus na mesma Inquisição. A Igreja Católica é autoritária e anti-democrática ao pregar a intolerância aos homossexuais, ao proibir a ordenação de mulheres, ao obrigar seus padres ao celibato e ao eleger o Papa em um colegiado fechado e não democraticamente entre seus fiéis.

  • Chico disse:

    Quando só catolicos podiam assumir cargo público, os evangelicos lutaram pela laicidade do estado. Um Estado laico eh aquele que nao ostenta uma religiao em detriumento da outra. Se querem uma imagem em lugares publicos, por que nao um Buda? Por que uma cruz horrivel com um homem morto sangrando nela?

  • Carlos disse:

    Como se Deus nao tivesse mandado matar muito mais criancinhas do que herodes!

    Vao ler a biblia, cristaos!

  • Vagner disse:

    Diniz Lima, quem proibiu o uso da camisinha não foi a Igreja Católica foi Deus lá no monte sínai. Está no 6 mandamento:“ Não pecar contra a Castidade´´. E quem quiser se proteger das DSTs é só observar este mandamento.
    E para sua informação a Igreja foi a única que protegeu os judeus durante a perseguição Nazista, por isso vários Rabinos Judeus agradeceram ao Papa Pio XII.
    Como Jesus foi sábio ao constituir a Igreja em forma Hieráquica e não democratica!!!

  • Paulo César disse:

    Caro Vagner,

    Sinto muito lhe informar que o papa Pio XII tinha relação com os nazistas. Qualquer publicação sobre a II Guerra fala sobre isso. É só pesquisar.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *