Ancoradouro

Padre Lança Alerta Contra PNDH-3

O Plano Nacional de Direitos Humanos desencadeou uma série de reações contra alguns  pontos dos decretos como a descriminalização do aborto, união de pares homossxuais, retirada dos símbolos religiosos das repartições públicas, censura à imprensa, etc.

Pe. Paulo Ricardo, de Cuiabá fez uma homilia na qual alerta sobre o risco desse decreto. Vale apena escutar o vídeo abaixo. O sacerdote é contundente na defesa exposta, rica de um pensamento claro, progressivo ee em plena unidade com os ensinamentos da fé católica.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=hA6h1dFgbc8[/youtube]

Mais sobre o sacerdote

Padre Paulo Ricardo de Azevedo Júnior pertence ao clero da Arquidiocese de Cuiabá (Mato Grosso – Brasil) e, desde 1996, é reitor do Seminário Cristo Rei, de Cuiabá.

Nasceu no dia 7 de novembro de 1967 e foi ordenado sacerdote no dia 14 de junho de 1992, pelo Papa João Paulo II. É bacharel em teologia e mestre em direito canônico pela Pontifícia Universidade Gregoriana (Roma). Atualmente, leciona nos cursos de Filosofia e Teologia.

Desde 2002, a Santa Sé o nomeou membro do Conselho Internacional de Catequese (Coincat), da Congregação para o Clero.

Acessos – maio
Contador de acessos

Recomendado para você

Nenhum comentário

  • Ricardo disse:

    A lei católica so deveria valer para os catolicos. O Brasil é um estado LAICO, e não um Irã, que é uma teocracia. Não tentem empurrar a lei de vcs, fanaticos, contra os outros cidadãos, escapamos da Idade Média, que era um período onde vcs mandavam.

  • Marcus disse:

    A lei é para todos Sr. Ricardo, se é para ser contra a Igreja, legalize o assassinato, o roubo e seqüestro também. O seu preconceito parece que está matando seus neurônios.

  • Leandro disse:

    A crítica não é em relação ao PNDH-3, mas ao PNDH. De acordo com http://www.mariadenazare.com/fepolitica/?p=100 no PNDH-3, houve mudanças em relação aos pontos que a Igreja descordava, e que o padre critica.

  • Leandro disse:

    De acordo com http://www.mariadenazare.com/fepolitica/?p=100 no PNDH-3, houve mudanças em relação aos pontos que a Igreja descordava, e que o padre critica.

  • Luis disse:

    Meu caro Leandro lamento informar mas é sobre o PNDH-3 mesmo. Ao menos o texto do PNDH-3 que está disponível no site do governo federal é um ataque ao cristianismo, mas particularmente à Igreja Católica.

  • Marcus disse:

    Tem razão o Luis, caro Leandro, a crítica é contra o PNDH-3 que propõe, entre outras coisas, “Apoiar projeto de lei que disponha sobre a união civil entre pessoas do mesmo sexo”; “Promover ações voltadas à garantia do direito de adoção por casais homoafetivos”; “Desenvolver mecanismos para impedir a ostentação de símbolos religiosos em estabelecimentos públicos da União” (revogado pelo Decreto 7.177, mas estava ‘valendo’ na época deste vídeo); “Apoiar a aprovação do projeto de lei que descriminaliza o aborto, considerando a autonomia das mulheres
    para decidir sobre seus corpos.” (alterado pelo decreto nº 7.177 para “Considerar o aborto como tema de saúde pública, com a
    garantia do acesso aos serviços de saúde.”, mas à época do vídeo, o texto era no sentido de descriminalizar).

  • André disse:

    O PNDH-3 não é só uma afronta aos verdadeiros direitos humanos em algumas parte como também é bem diferente em muitos aspectos se fomos considerar os 2 anteriores… e o pior… parece que dessa vez vai rolar!

    não sou contra o casamento homossexual, mas querem até proibir o casamento heterosexual!

  • Andrea disse:

    O estado é LAICO!!!!
    Parem de usar Deus assim. Deus é amor, é paz, é união. Não essa guerra religiosa!

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *